CONSIDERAÇÕES ACERCA DO CONCEITO DE LIBERDADE EM DUAS CARTAS DE ALFORRIA DE GOIÁS/GO

  • Cesar Augusto de Oliveira Casella Universidade Estadual de Goiás (UEG/Campus Goiás)
  • Franciele Rosa dos Santos Amaral Universidade Estadual de Goiás (UEG/Campus Inhumas)
Palavras-chave: Cartas de alforria, Mudança Linguística, Memória.

Resumo

Este artigo pretende mostrar como se analisou as cartas de alforria de Rita Mulata e Roza Mulata na monografia intitulada Usos linguísticos e caminhos sócio-históricos de duas cartas de alforria na cidade de Goiás, apresentada por Franciele Rosa dos Santos Amaral como trabalho de conclusão do Curso de Letras do Campus Cora Coralina da Universidade Estadual de Goiás (UEG), sob a orientação do Prof. Cesar Augusto de Oliveira Casella. Esta análise, que partiu da noção de que a mudança linguística é inerente às línguas e do referencial teórico da Linguística Histórica, tentou avançar para os aspectos sócio-históricos, contextuais aos documentos. Passando-se também pelas questões ortográficas e pelos níveis linguísticos afetados pelo decorrer do tempo, buscou-se entender a história e os usos sociais dos documentos, o gênero textual a que pertencem e o contexto de época, partilhando-se da perspectiva de Afrânio Barbosa em Fontes escritas e história da língua portuguesa no Brasil: as cartas de comércio no século XVIII de que “só há história de uma língua se houver textos”. Assim, a pesquisa entende que a língua passa por mudanças, evidenciadas tanto nos níveis linguísticos quanto na ortografia, mas que estas dependem dos caminhos sócio-históricos e dos usos linguísticos, só assim podendo-se esboçar o 'por quê', o 'para quê' e o 'para quem' consignados nas cartas de alforria.

Biografia do Autor

Cesar Augusto de Oliveira Casella, Universidade Estadual de Goiás (UEG/Campus Goiás)

Mestre em Linguística Aplicada, área de concentração Língua Materna, PPGLA, Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas (IEL/Unicamp).

Franciele Rosa dos Santos Amaral, Universidade Estadual de Goiás (UEG/Campus Inhumas)

Cursando especialização em Lingua(gem), Cultura e Ensino na Universidade Estadual de Goiás (UEG/Campus Inhumas) e graduada em Letras Português/Inglês, Universidade Estadual de Goiás (UEG/Campus Goiás).

Publicado
2016-08-04
Como Citar
CASELLA, C.; AMARAL, F. CONSIDERAÇÕES ACERCA DO CONCEITO DE LIBERDADE EM DUAS CARTAS DE ALFORRIA DE GOIÁS/GO. Revista Temporis[ação] (ISSN 2317-5516), v. 16, n. 1, p. 61-74, 4 ago. 2016.
Seção
ARTIGO ACADÊMICO