A ESCOLA ENTRE O PASSADO E FUTURO

O PROBLEMA DO MAL-ESTAR DOCENTE NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

Palavras-chave: Mal-estar docente, contemporaneidade, representações sociais, escola

Resumo

Abordamos a questão do mal-estar docente a partir da produção de sentidos presentes nas representações sociais de professores de uma cidade próxima à capital paulista. Abordou-se o tema a partir do contexto da escola contemporânea dentro de uma perspectiva sociológica, cuja intenção consistiu em apresentar uma breve retrospectiva do sistema escolar a partir da segunda metade do século XX. Tratou-se a questão do mal-estar vinculando-o à noção de contemporaneidade, justamente pelo caráter obscuro e incapturável que reside nos dois conceitos. A partir disso, e com base nos dados obtidos através de entrevistas semiestruturadas, buscou-se criar diversas categorias que pudessem explicar de que modo o mal-estar, para além de fatores externos e contingentes, se manifesta no cenário educacional contemporâneo. Concluímos que, subjacente às representações sociais dos professores acerca da profissão, deve-se considerar o processo histórico e o valor social da escola que, por diversos motivos, vem sofrendo um desgaste que incide diretamente nas representações acerca da carreira docente. Ao admitirmos que o pensamento social acerca da escola passa de um período de entusiasmo e reconhecimento que culmina em um estágio de erosão, crise e desprestígio social, o modo como se pensa ao seu respeito é perpassado por conjuntos de ideias que, por colidirem no tempo contemporâneo, produzem o sentimento de mal-estar.

Biografia do Autor

Fernando Lionel QUIROGA, Doutor, Universidade Estadual de Goiás (UEG)

Professor do Quadro Efetivo da Universidade Estadual de Goiás (UEG) na área de Fundamentos da Educação. Atua no Centro de Ensino e Aprendizagem em Rede - CEAR/Anápolis,desempenhando a função de Coordenação de Ensino. É Doutor (2017) e Mestre (2013) em Ciências pelo programa Multidisciplinar: Educação e Saúde na Infância e na Adolescência - Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP. Seus temas de pesquisa dialogam com os seguintes campos: problemas da escola contemporânea, educação, sociologia, filosofia, saúde e processos educacionais. É autor dos livros: O mal-estar na contemporaneidade e suas expressões na docência (Ed. Paco) e A escola no hospital: histórias de vida e trajetórias escolares de adolescentes com câncer e de seus professores (CRV). Graduação em Filosofia (em andamento)(Graduação/Bacharelado) pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Endereço eletrônico: fernando.quiroga@ueg.br

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O que é contemporâneo? e outros ensaios. Chapecó, SC: Argos, 2010.

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 1972.

ARENDT, Hannah. A vida do espírito. Rio de Janeiro: Civilização Editora, 2012.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2012.

BAUDRILLARD, Jean. Tela total: mito e ironias da era do virtual e da imagem. Porto Alegre: Sulina, 1997

BOURDIEU. 2010. Escritos da Educação. Petrópolis: Vozes, 2010.

CANÁRIO, Rui. A escola: das “promessas” às “incertezas”. Porto Alegre: Artmed, 2006.

FREUD, Sigmund. O mal-estar na cultura. Porto Alegre: L&PM Pocket, 2010.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. São Paulo: Unesp, 1991.

HARVEY, DAVID. Condição pós-moderna. São Paulo: Edições Loyola, 1992.

INTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Cidades e estados: Itu. IBGE, 2008.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto; Ed. PUC-Rio, 2006.

MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigações em psicologia social. Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

MOSCOVICI, Serge. A invenção da sociedade. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2011b.

QUIROGA, Fernando Lionel. O mal-estar na contemporaneidade e suas expressões na docência. 149 f. Dissertação (Mestrado em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência) – Universidade Federal de São Paulo, Guarulhos, SP, 2013.

QUIROGA, Fernando Lionel. O mal-estar na contemporaneidade e suas expressões na docência. Jundiaí, SP: Paco Editorial, 2015.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

ZARAGOZA, José Manuel Esteves. O mal-estar docente: a sala de aula e a saúde do professor: Bauru, SP: Edusc, 1999.
Publicado
2021-12-21
Como Citar
QUIROGA, F. A ESCOLA ENTRE O PASSADO E FUTURO. Revista Temporis[ação] (ISSN 2317-5516), v. 21, n. 02, p. 23, 21 dez. 2021.
Seção
ARTIGO ACADÊMICO

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##