O INTELECTUAL E O PODER

REPRESENTAÇÕES DO OUTRO EM CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

  • Moema Souza ESMERALDO

Resumo

Pretende-se investigar pressupostos teóricos que contribuam com a discussão sobre o lugar do intelectual na contemporaneidade, bem como mencionar algumas representações significantes no que diz respeito à manifestação do outro na literatura de Carlos Drummond de Andrade. Para isso, serão elencados os poemas “O operário no mar” (Andrade, 1979), “Favelário nacional” (Andrade, 1984) e, além do texto em prosa “Debaixo da ponte” (Andrade, 2012), crônica publicada inicialmente no jornal Correio da manhã. Tais textos foram selecionados com o intuito de examinar o olhar do intelectual sob seu espaço, marcado pelo uso de imagens poéticas relacionadas, sobretudo, à tentativa de compreender o espaço do outro.

Biografia do Autor

Moema Souza ESMERALDO

Mestranda em Estudos da Linguagem na Universidade Federal de Goiás- UFG/CAC. Graduada em Letras Português/ Inglês pela Universidade Estadual de Goiás (2005) e em Pedagogia pela Faculdade Albert Einstein (2010), Especialista em Docência Universitária pela Universidade Estadual de Goiás (2007) e em Literatura Brasileira pela Universidade de Brasília (2008). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em literatura, crítica literária, educação básica e educação de jovens e adultos

Publicado
2020-06-12
Seção
ARTIGO ACADÊMICO