LITERATURA INFANTIL

UMA POSSIBILIDADE PARA A REEDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NA ESCOLA

Resumo

O presente texto tem por objetivo apresentar uma experiência desenvolvida no período de 1996 a 2018, na perspectiva de promover uma educação comprometida com o combate ao preconceito e ao racismo, por meio do investimento em ações e discussões baseadas na leitura de obras literárias, com alunos do Ensino Fundamental. O campo da experiência é uma escola pública, localizada no município de Goiânia, e os envolvidos são crianças de 7 a 9 anos de idade. Para refletir sobre as questões observadas no decorrer da experiência, foram tomadas como referências atividades desenvolvidas a partir da leitura das obras “Menina bonita do laço de fita”, de Ana Maria Machado (2000), e “Obax”, de André Neves (2011), além de estudos de Candido (1995), Fanon (2008), Munanga (2013), Schucman (2014), Bettelheim (2002) e Franz (1984). Como base legal, constituíram-se referências as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana (BRASIL, 2004) e a Lei nº 11.645, de 10 de março de 2008 (BRASIL, 2008). A experiência demonstrou que, à medida que as crianças acessavam as obras, realizavam as atividades propostas e se envolviam nos debates promovidos, iam desconstruindo os conceitos estereotipados que traziam acerca do continente africano. Ao mesmo tempo, faziam um exercício de reflexão, que as levavam a um autorreconhecimento e à percepção da riqueza das diferentes identidades.

Biografia do Autor

Ilma Socorro Gonçalves VIEIRA, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Possui graduação em Letras-Português (1995), mestrado (2000) e doutorado (2013) em Letras e Linguística pela Faculdade de Letras, da Universidade Federal de Goiás, com estudos na Linha de Pesquisa "Literatura, História e Imaginário", Área de Concentração: "Estudos Literários". Tem experiência no ensino de Língua Portuguesa e literatura na Educação Básica e no Ensino Superior, na formação inicial e continuada de professores. Atualmente, é docente do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação, da Universidade Federal de Goiás, e do Programa de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básica, da mesma instituição.

Siomar De Moura VIEIRA, Universidade Estadual de Goiás, Câmpus Cora Coralina

Possui graduação - Pedagogia pela Universidade Federal de Goiás (2001). Pós-graduação em História e cultura das africanidades brasileiras. É professora/regente vinculada a Secretaria Municipal de Educação e Esporte. Trabalha na Escola Municipal Vila Rosa onde desenvolve, desde 2008, projetos visando a implementação da Lei 10.639, com o objetivo de diminuir as práticas de racismo e preconceito, bem como fortalecer a identidade da criança negra . Pesquisadora da temática africana e afro-brasileira.

Publicado
2021-06-10
Como Citar
VIEIRA, I.; VIEIRA, S. LITERATURA INFANTIL. Revista Temporis[ação] (ISSN 2317-5516), v. 21, n. 01, p. 30, 10 jun. 2021.
Seção
ARTIGO ACADÊMICO