PATRIMÔNIOS MATERIAIS E IMATERIAIS NA CULTURA SUL-MATO-GROSSENSENSE

ALGUMAS QUESTÕES PARA PENSAR PRÁTICAS ESCOLARES

Resumo

Este artigo tem como objetivo problematizar o patrimônio cultural material e imaterial de Mato Grosso do Sul, para pensar elementos de uma prática escolar produtora nos agentes escolares de identificações positivas de quem somos, onde estamos e que projetos temos para o futuro. Com contribuições nos aportes de Pierre Nora, da noção “lugares de memória” busca-se, sinalizar os significados e sentidos que lugares dos patrimônios do referido estado agregam, a fim de perceber que partilhados e ressignificados propiciam a invenção de lugares. Por outro lado, também são apontados os benefícios e limites das leituras de fontes memorialísticas, que nos aproximam da memória coletiva e ao nos enveredarmos por essas leituras, identificamos todo um modo de ser e estar das pessoas nos lugares, ou seja, a cultura e a história dos grupos sociais a que pertencemos. Destacamos algumas iniciativas realizadas pela Fundação de Cultura, Instituto Histórico Geográfico de Mato Grosso do Sul e Museu de Arqueologia da UFMS, que viabilizaram a reedição de obras clássicas da cultura sul-mato-grossense, que podem nos aproximar da memória coletiva. Por fim, identificamos possibilidades do uso dessas obras para trabalhar com a educação patrimonial. Um uso que que rompe com a sequência sistemática e engessada da história oficial, que promove o reconhecimento e valorização da cultura partilhada, bem como o conhecimento da nossa história.

Biografia do Autor

Jacira Helena do Valle Pereira ASSIS, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1988), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1997) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é Professora Titular da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e atua no quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Educação - (cursos de Mestrado e Doutorado). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Sociologia e Antropologia da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: memória, biografia e memorialistas; fronteira e diversidade cultural, famílias, escolas e estado laico.

Heloise Vargas de ANDRADE, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2017). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2014). Academica do Curso de Doutorado em Educação PPGEDU/FAED/ UFMS. Atuou como tutora do Curso de Especialização em Educação, Pobreza e Desigualdade Social da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: estado laico, ensino secundário, ensino religioso, memória e formação intelectual. Atualmente é professora educação básica na Prefeitura Municipal de Campo Grande.

Publicado
2021-06-24
Como Citar
ASSIS, J. H.; ANDRADE, H. PATRIMÔNIOS MATERIAIS E IMATERIAIS NA CULTURA SUL-MATO-GROSSENSENSE. Revista Temporis[ação] (ISSN 2317-5516), v. 21, n. 01, p. 22, 24 jun. 2021.
Seção
DOSSIÊ EDUCAÇÃO PATRIMONIAL: HISTÓRICO, CONCEITOS E PROCESSOS