FESTA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO EM PIRENÓPOLIS

ANTIGAS TRADIÇÕES, NOVOS ENFRENTAMENTOS

Resumo

Os festejos do Divino Espírito Santo em Pirenópolis, Goiás, compõem o Livro de Registro das Celebrações, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) desde 2010, sendo a segunda celebração reconhecida por esta autarquia. Incorporada à história do lugar a mais de dois séculos, a Festa do Divino tem uma dinâmica própria de produção e reprodução cultural popular que faz desta um bem de valor inestimável manifestada na religiosidade e na manutenção das tradições pirenopolinas. Com uma infinidade de rituais e personagens que concorreram para sua perpetuação nosso objetivo é discutir os novos enfrentamentos do ciclo festivo diante de novos padrões de sociabilidades impostos neste ano de 2020, para tanto propõem-se como problema o seguinte dilema: como uma festa das dimensões da Festa do Divino se adaptou ao contexto excepcional do corrente ano? Dois foram os caminhos na tentativa de respostas, a pesquisa bibliográfica, na qual destacamos contribuições de Brandão (1974, 1978), Silva (2001), Maia (2002), Lôbo (2006) dentre outros; para o ano de 2020 a o campo foi realizado por meio da pesquisa participativa (BRANDÃO, 2006), que trouxe as observações que possibilitaram reflexões atuais a partir da vivência e experiência da comunidade pirenopolina. Os resultados, em especial do trabalho de campo propiciou entender a continuidade da festa, mesmo que se adaptando para atender as novas exigências do contexto atual, demonstrando que as antigas tradições permanecem, mesmo quando são obrigadas a se adaptarem (GIDDENS, 2003).

neste ano de 2020. 

Biografia do Autor

Tereza Caroline LÔBO, Secretaria de Estado de Educação - Goiás (SEDUC-GO)

Doutora em Geografia pela Universidade Federal de Goiás. Professora temporária da Universidade Estadual de Goiás no Curso de Tecnologia em Gestão de Turismo na Unidade Universitária de Pirenópolis. Integrante do grupo de Pesquisa em turismo e gastronomia "Canela d'Ema".

Isis Lôbo OLIVEIRA, PPGDA/UFG

Possui graduação em Direito pelo Centro Universitário de Anápolis (2006). Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Direito Agrário da Universidade Federal de Goiás. Supervisora de estágio - Tribunal de Justiça do Estado de Goiás e secretária da diretoria do foro - Tribunal de Justiça do Estado de Goiás.

João Guilherme da Trindade CURADO, Secretaria de Estado de Educação - Goiás (SEDUC-GO)

Mestrado (2006) e Doutorado (2011) em Geografia pelo Instituto de Estudos Sócio Ambientais da Universidade Federal de Goiás (IESA/UFG). Graduação em História pela Faculdade de Filosofia Bernardo Sayão (1997). Experiência de 16 anos em docência no Ensino Superior. Atualmente é professor titular - Secretaria Estadual de Educação. Tem experiência na área de História, Geografia e Patrimônio, com ênfase em Festas Populares, atuando principalmente nos seguintes temas: festa, tradição e cultura. 

Publicado
2021-06-11
Como Citar
LÔBO, T.; OLIVEIRA, I.; CURADO, J. G. FESTA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO EM PIRENÓPOLIS. Revista Temporis[ação] (ISSN 2317-5516), v. 21, n. 01, p. 32, 11 jun. 2021.
Seção
DOSSIÊ EDUCAÇÃO PATRIMONIAL: HISTÓRICO, CONCEITOS E PROCESSOS