ESTUDANTES ORIUNDOS DE FAMÍLIAS ASSISTIDAS PELO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA

o que buscam nos cursos de licenciatura da Universidade Federal de Alagoas?

Resumo

O objetivo do presente estudo foi investigar os significados e expectativas que os/as estudantes de cursos de Licenciatura da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), oriundos de famílias que recebem/receberam auxilio do Programa Bolsa Família (PBF), atribuem aos cursos de Licenciaturas e como os mesmos percebem a contribuição ou não do PBF para sua inclusão no ensino superior. Trata-se de uma pesquisa qualitativa realizada com 11 licenciandos beneficiários ou ex-beneficiários do PBF. Foram realizadas entrevistas, analisadas com apoio do software IRaMuTeQ. Foram construídas cinco classes de análise: universidade, em que são tematizados aspectos relativos à graduação, à escolha do curso e expectativas quanto ao futuro profissional; vida familiar, em que são tematizados aspectos da vida familiar de origem, quando do recebimento da bolsa família; vida atual do aluno em que são tematizados aspectos do ciclo de vida pessoal; uso do recurso do PBF  em que são tematizados os usos feitos com o recurso mensal recebido pela família; permanência na universidade, em que são tematizados aspectos da luta pela permanência na universidade. Verificou-se a importância do PBF para o acesso ao ensino superior por parte dos alunos.

 Palavras-chave: Programa Bolsa Família; licenciatura; assistência.

Biografia do Autor

Deise Juliana Francisco, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Doutora em Informática na Educação e Mestra em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Especialista em Filosofia Contemporânea. Graduada em Psicologia. Docente da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Adilson Rocha Ferreira, Secretaria de Estado da Educação de Alagoas (SEDUC/AL)

Mestre e Doutorando em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Especialista em Mídias na Educação. Graduado em Licenciatura em Educação Física. Docente da Secretaria de Estado da Educação de Alagoas (SEDUC/AL).

Valéria Campos Cavalcante, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Doutora e Mestra em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Especialista em Educação Inclusiva e Neuropsicopedagogia. Especialista em Educação de Jovens e Adultos. Graduada em Pedagogia e Letras. Docente da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Clarisse Epifanio Ramos, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Estudante do curso de Licenciatura em Geografia da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Publicado
2021-09-24
Seção
Artigos