• REVISTA MEDIAÇÃO V 15 N 1 Revista Mediação
    v. 15 n. 1 (2020)

    Revista Mediação, janeiro a junho de 2020. Volume 15, número 1.

    ISSN: 1980-556X

    e-ISSN: 2447-6978

  • REVISTA MEDIAÇÃO Revista Mediação
    v. 14 n. 2 (2019)

    Revista Mediação, julho a dezembro de 2019. Volume 14, número 2.

    ISSN: 1980-556X

    e-ISSN: 2447-6978

  • Revista Mediação
    v. 14 n. 1 (2019)

    Revista Mediação, janeiro a junho de 2019. Volume 14, número 1.

    ISSN: 1980-556X

    e-ISSN: 2447-6978

  • Revista Mediação V.13, N.2 Revista Mediação
    v. 13 n. 2 (2018)

    Revista Mediação, julho a dezembro de 2018. Volume 13, número 2.

    ISSN: 1980-556X

    e-ISSN: 2447-6978

  • v. 13 n. 1 (2018)

    Mediação: Revista do Câmpus Pires do Rio, Universidade Estadual de Goiás, Câmpus Pires do Rio. – vol. 13, n. 1 (Jan./Jun. 2018)- . Pires do Rio: Universidade Estadual de Goiás, Câmpus Pires do Rio, 2006-

    Anual
    ISSN 1980-556X (versão impressa)
    e-ISSN 2447-6978 (versão on-line)


    1. Educação - Periódicos. 2. Geografia - Periódicos. 3. Linguística, Letras e Artes - Periódicos. 4. História - Periódicos. 5. Ciência e Tecnologia dos Computadores - Periódicos. 6. Interdisciplinar – Periódicos. I. Título.

  • Mediação V. 12, Nº 2 v. 12 n. 2 (2017)
    Revista Mediação da Universidade Estadual de Goiás - Câmpus Pires do Rio.
  • Interdisciplinaridade e Universidade Estadual de Goiás. Revista Mediação
    v. 12 n. 1 (2017)
    Revista Mediação da Universidade Estadual de Goiás - Câmpus Pires do Rio.
  • A interdisciplinaridade e a Universidade Estadual de Goiás Revista Mediação
    v. 11 n. 1 (2016)
  • Lâmpada do Saber Revista Mediação
    v. 10 n. 1 (2015)
    Revista Mediação.
  • MEDIAÇÃO 2014, VOL 9, Nº 1. Revista Mediação
    v. 9 n. 1 (2014)

    A realização da tarefa assumida pela Revista Mediação ganha um impulso singular em sua proposta interdisciplinar. A promoção do diálogo e do debate entre as áreas do saber dos cursos do campus (Geografia, História, Letras, Pedagogia e Redes de Computadores) apontam não somente para a resolução de problemas e questões inerentes a construção do social convencimento, mas também para problemas e questões que podem emergir deste diálogo e deste debate: novos objetos de estudo, novas abordagens, novas metodologias. Eis a potencialidade da Mediação como promotora do debate inter e transdisciplinar. Esta potencialidade expressasse, portanto, na integração das áreas do saber. Uma das facetas do desafio indicado acima aponta exatamente para explorar esta potencialidade.