CONCEPÇÃO DE LINGUAGEM E LITERATURA: APROXIMAÇÕES

  • Moacir Lopes de Camargos Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA)
Palavras-chave: Literatura. Linguagem. Ensino.

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir a relação entre literatura e linguagem. Para tal
empreendimento, argumento que devemos pautar por uma concepção de língua e também de literatura que integre sujeito e linguagem e não os dissocie. O resultado de tal separação, como ainda podemos ver em muitas práticas docentes, é o uso da linguagem literária como mero pretexto para divulgar a clássica divisão entre uma linguagem culta (considerada correta, o modelo a ser seguido) e uma popular (considerada incorreta, cheia de erros e, portanto, necessita ser sempre re-elaborada). Desse modo, perde-se a força humanizadora que a literatura nos propicia por meio da linguagem, conforme nos explica Antonio Candido.

Biografia do Autor

Moacir Lopes de Camargos, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA)
Pós-doutor em Humanidades pela Universidade Nacional de Córdoba, Argentina. Professor de língua espanhola, francesa e literatura em língua espanhola na Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Campus Bagé, RS.
Como Citar
Camargos, M. (1). CONCEPÇÃO DE LINGUAGEM E LITERATURA: APROXIMAÇÕES. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 1(1), 215-223. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/4570
Seção
Teoria Literária