Dialogia e gêneros do discurso no estágio supervisionado

  • Fabiana Giovani Universidade Federal do Pampa (Unipampa)
  • Moacir Lopes de Camargos Universidade Federal do Pampa (Unipampa)
Palavras-chave: Formação docente, Dialogia, Gêneros do discurso, Escrita

Resumo

O objetivo desse artigo é analisar a dialogia e a questão dos gêneros do discurso a partir de uma situação real de sala de aula proporcionada pelo estágio supervisionado. O trabalho dos discentes, junto a escolas estaduais do ensino fundamental e médio da cidade de Bagé, foi desenvolvido durante o primeiro semestre de 2012. Partimos do conceito de dialogia e da proposta sobre os gêneros do discurso do pensador russo Bakhtin, além de reflexões específicas sobre o ensino de língua portuguesa discutidas por Geraldi (2010). Após o trabalho de preparação do projeto de ensino, da orientação dos estagiários, da leitura de seus diários e da observação de aulas pelos professores orientadores, selecionamos para análise - a partir da arquitetônica bakhtiniana como referencial teórico/metodológico - a prática docente de uma estagiária, sobretudo no que diz respeito ao seu trabalho com a produção escrita de alunos de uma turma do EJA (Educação de Jovens e Adultos). A maior preocupação da estagiária regente desta turma, durante o desenvolvimento de seu trabalho, era a seguinte: como trabalhar com a escrita tomando como referência os gêneros do discurso? A resposta a esta pergunta surgiu após uma releitura de suporte teórico mostrando que, para um trabalho a partir dos gêneros do discurso, a correção da escrita do aluno não se deve restringir a uma higienização do seu texto, limpando-o dos erros ortográficos (Citelli, 1998). Ao contrário, deve haver um constante trabalho de reescrita e reflexão, seja individual ou em grupo.

Biografia do Autor

Fabiana Giovani, Universidade Federal do Pampa (Unipampa)
Doutora em Linguística pela Universidade Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Professora do curso de Letras da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), ministrando disciplinas (graduação e pós-graduação) na área de língua portuguesa.
Moacir Lopes de Camargos, Universidade Federal do Pampa (Unipampa)
Pós-doutorado em Humanidades, Universidade Nacional de Córdoba, Argentina. Doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Mestrado Linguística Aplicada - Língua Extrangeira. Professor do curso de Letras da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), ministrando disciplinas (graduação e pós- graduaçao: especialização e mestrado) de língua portuguesa, francesa, espanhola e literaturas hispânicas.
Como Citar
Giovani, F., & Camargos, M. (1). Dialogia e gêneros do discurso no estágio supervisionado. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 6(2), 235-250. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/3541
Seção
Linguística