Carolina Maria de Jesus e sua obra-prima Quarto de despejo: diário de uma favelada

  • Omar da Silva Lima Universidade de Brasília (UnB)
Palavras-chave: Carolina Maria de Jesus, Literatura Afro-Brasileira, Escritora negra, Gênero

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar a escritora afro-brasileira Carolina Maria de Jesus e fazer um breve estudo de sua obra-prima, Quarto de despejo: diário de uma favelada. Para o entendimento de sua produção escrita, a autora é inserida nos parâmetros da Literatura Afro-Brasileira comprometida com a temática negra, cujo foco é denunciar e refletir sobre os sofrimentos de uma raça que vem sendo discriminada desde a sua entrada no Brasil na condição de escravo. Outrossim, este trabalho apresenta alguns fatos dos bastidores da publicação do best-seller de Carolina Maria de Jesus, (re)velando, assim, a força ideológica do preconceito tanto racial quanto socioeconômico por se tratar de uma escritora negra, pobre, iletrada e favelada.

Biografia do Autor

Omar da Silva Lima, Universidade de Brasília (UnB)
Doutor em Literatura (Literatura e Práticas Sociais) pela Universidade de Brasília (UnB), onde atua como Professor Substituto de Literatura Brasileira desde agosto de 2014.
Como Citar
Lima, O. (1). Carolina Maria de Jesus e sua obra-prima Quarto de despejo: diário de uma favelada. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 6(2), 303-314. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/3544
Seção
Teoria Literária