Ciborgues são elas, alienígenas são os outros: reflexões sobre gênero e sci-fi em A mão esquerda da escuridão, de Ursula K. Le Guin

Resumo

O embate da diversidade na produção e consumo de Ficção Científica apenas ganhou notoriedade no final dos anos 1960. Elementos como a representatividade feminina-feminista e as narrativas deslocadas dos dualismos hierárquicos, foram explorados nas obras de FC por escritoras como Ursula K. Le Guin. Neste seguimento, o presente estudo discute as relações de alteridade na produção de Ficção Científica por autoras mulheres e como o romance A mão esquerda da escuridão de Ursula K. Le Guin (2019) manifesta as ideias do mito ciborguiano defendidas por Donna Haraway (2019). Nesse sentido, analisa-se as (dis)similaridades do ciborgue relacionadas tanto às personagens quanto à escritora de sci-fi, pelo viés das teorias feministas, da filosofia ciborgue e dos estudos pós-modernos de gênero.

Palavras-chave: Ficção Científica. Ciborgue. Autoras mulheres.

Abstract: The clash of diversity in the production and consumption of Science Fiction only gained notoriety in the late 1960s. Elements such as feminine-feminist representation and narratives displaced from hierarchical dualisms, were explored in the works of FC by writers like Ursula K. Le Guin. In this pursuance, this study discusses the relations of otherness in the production of Science Fiction by female authors and how the novel The Left Hand of Darkness by Ursula K. Le Guin (2019) manifests the ideas of the Cyborg myth advocated by Donna Haraway (2019). In this sense, we analyze the (dis) similarities of the cyborg narratives both to the characters and to the sci-fi writer, through the bias of feminist theories, cyborg philosophy and postmodern gender studies.

Keywords: Science Fiction. Cyborg. Female Authors.  

Biografia do Autor

Erica Soares Silva, Universidade Estadual de Goiás (UEG)

Mestranda pelo POSLLI, Programa de Pós-graduação em Língua, Literatura e Interculturalidade da Universidade Estadual de Goiás (UEG) campus Cora Coralina. Atualmente é professora do ensino básico da rede estadual de Goiás.

Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/6173835778024333

Orcid iD: https://orcid.org/0000-0001-9663-8049

E-mail: paigastao46@gmail.com

Emile Cardoso Andrade, Universidade Estadual de Goiás (UEG)

Doutora em Literatura e outras artes pela Universidade de Brasília (UnB). Atualmente é professora do POSLLI, Programa de Pós-graduação em Língua, Literatura e Interculturalidade da Universidade Estadual de Goiás (UEG) campus Cora Coralina.

Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/4661919586535215

Orcid iD: http://orcid.org/0000-0001-5766-4703

E-mail: emilecardoso@ueg.br

Publicado
2021-06-30
Como Citar
Silva, E., & Andrade, E. (2021). Ciborgues são elas, alienígenas são os outros: reflexões sobre gênero e sci-fi em A mão esquerda da escuridão, de Ursula K. Le Guin. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 13(1), 112-126. https://doi.org/10.5281/zenodo.5592333
Seção
Dossiê temático