NOTA EDITORIAL

  • Ricardo Junior de Assis Fernandes Gonçalves Universidade Estadual de Goiás (UEG)

Resumo

Publicamos o V. 8, N. 2 (2019) – Dossiê – Extrativismo mineral, conflitos e resistências no Sul Global, da Revista Sapiência: Sociedade, Saberes e Práticas Educacionais, da Universidade Estadual de Goiás, Campus Iporá.

A publicação conta com um texto de apresentação elaborado pelos organizadores e 8 artigos de pesquisadoras e pesquisadores vinculados a diferentes universidades brasileiras e estrangeiras.

Destaca-se que o presente Dossiê é um dos resultados do estágio de Pós-Doutorado do pesquisador Ricardo Junior Gonçalves (UEG/PoEMAS), realizado no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Geografia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF/PoEMAS), sob orientação do pesquisador Bruno Milanez (UFJF). O Pós-doutorado contou com bolsa concedida pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FPAEG) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Acredita-se que as pesquisas apresentadas no Dossiê contribuem com o debate e a reflexão sobre a relação entre extrativismo mineral, populações tradicionais, conflitos e ações de resistências disseminadas em distintos territórios do Brasil e demais países localizados no Sul Global.

Em suma, com esta publicação almejamos fomentar o debate no campo científico e, da mesma maneira, contribuir para dar visibilidade às lutas dos movimentos sociais, trabalhadores e comunidades que confrontam o modelo mineral predatório e integrado à hegemonia política e econômica das grandes corporações.

  

Biografia do Autor

Ricardo Junior de Assis Fernandes Gonçalves, Universidade Estadual de Goiás (UEG)

Professor Doutor dos Cursos Graduação (Campus Iporá) e Pós-Graduação Stricto Sensu (Campus Cora Coralina) em Geografia da Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Publicado
2019-12-17