REDE URBANA EM TEMPOS DE COVID-19 NO ESTADO DO MARANHÃO:

elementos da centralidade em saúde de Imperatriz

Resumo

O estudo apresenta contribuições para a leitura da pandemia no estado do Maranhão, em particular no que tange a Imperatriz. Se tem a rede urbana enquanto nexo de entendimento da pandemia, uma vez que a difusão do vírus percorre a hierarquia dos principais núcleos urbanos, tal qual se viu no caso da rede urbana nacional. Os esforços aqui empenhados buscam compreender a rede urbana estadual à luz da centralidade em saúde pública difundida em Imperatriz, no que concerne ao enfrentamento da Covid-19. Procurou-se estudar a estrutura médico-hospitalar disponível e o alcance destes serviços no conjunto de cidades componentes da Região de Saúde de Imperatriz. Para isso utilizou-se base de dados do estudo da REGIC, do IBGE, do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Brasil, assim como Boletins Epidemiológicos da Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão. A análise permitiu reflexões acerca da organização espacial dos serviços de saúde no estado, em Imperatriz identificou-se a abrangência da centralidade em saúde que este município oferta, possibilitando também discutir as estreitas relações da difusão do vírus com os principais eixos da rede urbana.

Palavras-chave: Rede Urbana. Covid-19. Maranhão. Imperatriz.

Biografia do Autor

Helbaneth Macêdo Oliveira, UFU - Universidade Federal de Uberlândia

Doutoranda em Geografia pelo Programa de Pós Graduação em Geografia (PPGEO/UFU), Bolsista CAPES, Mestre em Geografia (PPGG/UFT), Especialista em Metodologia do Ensino Superior (UEMA). Graduada em Geografia e Biologia (CESI/UEMA).

E-mail: helbaneth@hotmail.com

https://orcid.org/0000-0003-0770-0598

Beatriz Ribeiro Soares, Universidade Federal de Uberlândia – UFU

Doutora em Geografia, Professora Titular no Instituto de Geografia – IG, discente no Programa de Pós-Graduação em Geografia – PPGEO e do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo - PPGAU, da Universidade Federal de Uberlândia – UFU. E-mail: brsoares@ufu.br

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-1377-6532

Lattes ID: http://lattes.cnpq.br/1556085029126611

Adão Francisco de Oliveira, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Doutor em Geografia pelo Instituto de Estudos Sócio Ambientais da UFG,  Coordenador e Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGG), da Universidade Federal do Tocantins - UFT.

Publicado
2021-10-28