Mediação Didática e Pedagógica na Perspectiva de Vygotsky no Ensino Escolar

  • Márcio Leite de Bessa

Resumo

Neste artigo é tratada a questão da mediação didática e pedagógica de Vygotsky, no processo ensino-aprendizagem, priorizando as práticas e reflexões da Educação Básica. Para tanto, foi feita uma breve análise qualitativa da educação dada aos milhares de estudantes que frequentam a escola pública. Sabe-se que o número de matrículas na educação básica, no Brasil, em 2018, era de 50,9 milhões de estudantes, dos quais 43,3 milhões são estudantes das escolas públicas. Nessas escolas estão matriculados 85,5% dos estudantes do país, enquanto 14,5% frequentam escolas privadas. Um dos fatores que corrobora para a qualidade da educação pública brasileira é a questão da valorização do profissional da educação. Outro fator que contribui sobremaneira é a questão da concepção de ensinar e de aprender desses profissionais, que nem sempre assumem a formação continuada, como uma qualificação contínua. Nesse sentido, Vygotsky trouxe subsídios, tanto para uma reflexão prática, quanto na prática do professor.

Publicado
2019-06-05
Seção
Artigos