Formação do cidadão: mídia e cultura na sociedade do consumo

  • Fernanda Cristina de Brito
  • Vanderlei Balbino da Costa

Resumo

O presente artigo tem como objetivo principal refletir sobre a influência da educação, da mídia e da cultura na formação do cidadão na sociedade do consumo. O problema de pesquisa que norteou este estudo foi: até que ponto a mídia enquanto instituição influencia no poder de decisão pessoal do cidadão? A opção foi pela pesquisa qualitativa, ancorada na produção bibliográfica que discute educação, mídia, cultura e Indústria cultural. Para essa finalidade, apresentamos alguns referenciais que dão ênfase às teorias críticas sobre a indústria cultural vivenciada no cotidiano. Dessa forma, compreendemos que, para exercer sua
influência, a mídia segue por caminhos diversos que perpassam as várias relações humanas, alcançando os cidadãos desde a infância até a terceira idade. Os resultados nos fizeram perceber que a mídia não é a única instituição que atua na formação do sujeito, uma vez que as características humanas são moldadas na interação dialética e no meio sociocultural que estamos inseridos. As considerações não conclusivas nos fizeram refletir sobre a necessidade de se investir na formação dos cidadãos, no sentido de torná-los mais críticos, quando ouve e assiste os discursos veiculados nos meios de comunicação.

Publicado
2019-06-05
Seção
Artigos