MOMENTO DO RECONTO

A CRIANÇA DA EDUCAÇÃO INFANTIL COMO LEITORA

  • Amanda dos Reis Hermann UFSCar
  • Poliana Bruno Zuin UFSCar

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar como a criança da Educação Infantil pode ser uma leitora, ainda que não saiba ler e escrever convencionalmente, ou seja, não esteja alfabetizada. Para tanto foram analisadas quatro transcrições de vídeos contendo momentos de recontos realizados por quatro crianças distintas, entre os três e quatro anos de idade. Os recontos analisados ocorreram no ano de 2018, em uma instituição pública de Educação Infantil, situada dentro de uma universidade federal, na cidade de São Carlos-SP. A fim de compreender como a criança se constitui enquanto sujeito da leitura, recorremos aos conceitos acerca da leitura, mediação, interação social e diálogo, fazendo uma breve revisão da literatura para mensurar os dados. Pudemos perceber como a criança em idade pré-escolar pode realizar leituras por meio de imagens, memória, imitação, e se for mediada e inserida em um contexto de práticas discursivas, interativas e dialógicas caminhará rumo à significação, interpretação de mundo, aumentando o seu repertório de pensamentos, falas, imaginação e criatividade.

Palavras-Chave: Criança. Educação Infantil. Leitura.

 

Publicado
2020-07-10
Seção
Dossiê: LEITURA: um tema a muitas mãos