Avaliação no Ensino pela Pesquisa: Concepções e Práticas de Professores de Ciências e Matemática

  • Vanice Pasinato da Trindade Universidade Federal do Pampa (Unipampa)
  • Marcello Ferreira Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) Universidade Federal do Pampa (Unipampa)
Palavras-chave: Avaliação, Ciências da Natureza e Matemática, Ensino-aprendizagem, Ensino pela Pesquisa

Resumo

Este estudo tem como objetivo investigar como são realizadas avaliações quando é decorrido o ensino pela abordagem da pesquisa por professores de Ciências da Natureza e Matemática de escolas públicas do Ensino Médio Politécnico do Rio Grande do Sul (AZEVEDO, 2013; RAMOS, 2012; RIO GRANDE DO SUL, 2011; 2012). Para apoiar a pesquisa, recorreu-se ao quadro teórico da avaliação na perspectiva crítica (PERRENOUD, 1999; DEMO, 2001), da avaliação da aprendizagem (HOFFMAM, 1998; LUCKESI, 2011) e da abordagem do ensino pela pesquisa (MORAES; GALIAZZI, 2002; DEMO, 2007; JÉLVEZ, 2013). Avaliar é uma ação diária de estudantes e professores, sendo de grande relevância explorar que tipo de tratamento é dado para a questão. A pesquisa põe em foco as questões envolvidas no processo de avaliação por meio de uma investigação qualitativa que parte da revisão teórica em artigos científicos e demais bibliografias relacionadas ao tema, objetivando uma fundamentação consistente sobre o assunto. Para coleta de dados, foram aplicados questionários a professores de Ciências da Natureza e Matemática, a fim de compreender os fundamentos, as dificuldades e potencialidades em relação à avaliação dos processos de ensino-aprendizagem no ensino pela abordagem da pesquisa. Para análise dos dados, foram utilizados componentes da Análise Textual Discursiva - ATD (MORAES; GALIAZZI, 2011) como suporte para a interpretação das respostas dadas nos questionários. Para desenvolver o estudo, foram definidos como objetivos específicos: a) caracterizar as práticas de avaliação; b) analisar a percepção; e c) mapear os instrumentos de avaliação de professores ao usar a pesquisa como princípio educativo. Das problematizações motivadas pela pesquisa, foi possível ampliar o conhecimento teórico das questões da avaliação na abordagem educativa para a pesquisa em ensino de Ciências e Matemática, discutindo seus fundamentos, limitações e potencialidades. Como resultado, surgiram as seguintes categorias textuais: 1) Concepções; 2) Relevância da abordagem da educação para a investigação; e 3) Avaliação das perspectivas de pesquisa. Estas categorias ajudaram a compreender a organização das ideias dos professores sobre a sua avaliação do ensino a partir da perspectiva da pesquisa. Os professores entrevistados, em síntese, demonstram conhecer elementos importantes da avaliação em perspectiva crítica e estão cientes de que se situam em um paradigma de avaliação que não se sustenta mais e, por essa razão, requer uma ruptura. No entanto, é evidente nas suas falas que lhes faltam os elementos teóricos e os instrumentos didático-pedagógicos para pôr em operação essa ruptura (FERREIRA, 2013). A proposta do Ensino Médio Politécnico do Estado do Rio Grande do Sul, apesar de seu viés da inovação na pretensão de avaliação, não tem conseguido, de acordo com os resultados deste recorte de pesquisa, o sucesso esperado. Embora pareça ser inscrito em direitos sociais e em um esboço teórico muito convincentes, essa proposta não foi capaz de indicar aos professores as formas de avaliação necessária para romper com os paradigmas vigentes.

Biografia do Autor

Vanice Pasinato da Trindade, Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

Licenciada em Ciências Exatas

Universidade Federal do Pampa

Marcello Ferreira, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências

Universidade Federal do Pampa

Publicado
2017-05-05
Seção
Tema livre