O “TERRITÓRIO” DA EDUCAÇÃO DO CAMPO NO “LATIFÚNDIO” DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

OS DESAFIOS PARA A GARANTIA DO DIREITO À EDUCAÇÃO

  • Fábio Dantas S. Silva UEFS

Resumo

RESUMO. O presente artigo tem como objetivo analisar de que forma o debate da educação do campo está presente no Plano Nacional de Educação (2014-2024). Trata-se de um artigo teórico, de cunho bibliográfico, metodologicamente ancorado na análise de conteúdo (BARDIN, 2004). Para as referidas análises foram utilizados os seguintes documentos: PNE (2001-2011) e o PNE (2014-2024).O artigo está organizado em três seções, quais sejam: a primeira problematiza a construção do paradigma da educação do campo a partir das lutas dos movimentos sociais do campo; a segunda  apresenta o debate sobre os antecedentes históricos na construção de um Plano Nacional de Educação, observando a ausência de um plano que organizasse a educação brasileira e, por fim, temos a última seção que faz uma análise sobre o PNE (2014-2014) analisando as diretrizes, metas e estratégias que estão relacionadas à política de educação do campo. Nesse contexto, observamos que houve avanço no atual plano em comparação aos planos anteriores, entretanto, existe o desafio de ampliar, implementar e acompanhar as políticas para educação do campo.

Palavras-chave: Direito à Educação – Educação do Campo – Plano Nacional de Educação

Publicado
2020-11-05
Seção
Dossiê: Políticas para educação superior e Plano Nacional de Educação