VÍNCULO MÃE-FILHO E OPORTUNIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO MOTOR DE LACTENTES EXPOSTOS E NÃO EXPOSTOS AO HIV

  • Camila Ortega Ruivo
  • Raissa Felipe Pádua
  • Cristina dos Santos Cardoso de Sá
Palavras-chave: Transmissão Vertical de Doenças Infecciosa, HIV, Apego ao objeto, desenvolvimento infantil

Resumo

Objetivos: Caracterizar e avaliar o vínculo mãe-filho, as oportunidades domiciliares e o desenvolvimento motor de lactentes expostos e não expostos ao HIV entre 4 a 12 meses de idade. Métodos: Estudo transversal com 48 lactentes e suas mães, sendo 21 expostos ao HIV e 27 não expostos.  As mães responderam ao Protocolo de Avaliação do Vínculo Mãe-Filho, o questionário Affordances no Ambiente Domiciliar, o desenvolvimento motor foi avaliado pela Alberta Infant Motor Scale (AIMS). Aplicou-se a correlação de Pearson, e nível de significância p-valor <0,05. Resultados: A correlação entre vínculo mãe-filho e grupo é positiva (r=0,330; p=0,022). Os lactentes expostos ao HIV apresentaram menor vínculo mãe-filho (p=0,006). Conclusão: Houve relação entre menor vínculo mãe-filho entre os lactentes expostos ao HIV, mas não houve diferenças em relação ao desenvolvimento motor e as oportunidades domiciliares.

Publicado
2022-10-28
Como Citar
Ruivo, C., Pádua, R., & Sá, C. (2022). VÍNCULO MÃE-FILHO E OPORTUNIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO MOTOR DE LACTENTES EXPOSTOS E NÃO EXPOSTOS AO HIV. Movimenta (ISSN 1984-4298), 15(2), e20220025. https://doi.org/10.31668/movimenta.v15i2.13264
Seção
Artigo Original