ANÁLISE DESCRITIVA E ESPACIAL DOS CASOS DE VÍRUS ZIKA E CHIKUNGUNYA NOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE GOIÁS

Análise descritiva e espacial dos casos de vírus Zika e Chikungunya nos municípios do estado de Goiás

  • Renato Nunes Justino Pontifícia Universidade Católica de Goiás
  • Marcelo Vanazzi Sousa Carvalho Pontifícia Universidade Católica de Goiás
  • Antônio Márcio Teodoro Cordeiro Silva Pontifícia Universidade Católica de Goiás
  • Roberpaulo Anacleto Neves
Palavras-chave: Georreferenciamento, Zika, Chikungunya

Resumo

OBJETIVO: Gerar cartogramas ilustrando os pontos de maior incidência em Goiás das arboviroses em questão e identificar as variáveis de saúde e socioeconômicas relacionadas com o processo de territorialização, voltados para cada região. MÉTODO: Trata-se de um estudo analítico do tipo transversal, com análise espacial e epidemiológica dos casos confirmados de Zika e Chikungunya nos municípios do Estado de Goiás entre 2015 a 2017. Os dados coletados são oriundos de plataformas públicas como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e da Superintendência de Vigilância em Saúde do Estado de Goiás. Os limites espaciais foram obtidos pelos sites do Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento e Pastagem. RESULTADOS: Em relação à incidência da Febre Chikungunya, em 2015, não houve casos confirmados em Goiás. Em 2016, o Centro apresentou 57,1% dos casos e, em 2017, essa região obteve 73% das ocorrências confirmadas. A Febre pelo vírus Zika teve nos 3 anos pesquisados a mesorregião central de Goiás apresentando predomínio das confirmações, com respectivamente 83,9%, 92,1% e 81,5%. A mesorregião Sul apresentou a segunda maior incidência nos três anos. As variáveis socioeconômicas que obtiveram relação considerável com as duas arboviroses foram população absoluta e número de unidades de saúde. CONCLUSÃO: As duas doenças retratadas neste estudo apresentaram particularidades epidemiológicas consideráveis no estado de Goiás. Assim, esta pesquisa auxilia, com o geoprocessamento, na prevenção e no combate dessas enfermidades e no direcionamento de programas de saúde pública para regiões mais incidentes, individualizando estratégias, buscando maior efetividade no controle dessas arboviroses.

Biografia do Autor

Roberpaulo Anacleto Neves
MSc. Roberpaulo Anacleto Neves
Professor Efetivo pelo Departamento de Medicina - PUCGO
Professor pelo Departamento de Biomedicina  - PUCGO
Professor pelo Departamento de Nutrição - PUCGO
Professor pelo Departamento de Ciências Aeronáuticas - PUCGO
Auditor Interno da Qualidade pelo Programa Nacional de Controle de Qualidade - PNCQ
Especialista em Docência do Ensino Superior Pela Faculdade Brasileira de Educação e Cultura
Mestre em Ciências Ambientais e Saúde pela PUCGO
Biomédico  - CRBM-3 6331
Publicado
2021-09-16
Como Citar
Justino, R., Sousa Carvalho, M., Cordeiro Silva, A. M., & Neves, R. (2021). ANÁLISE DESCRITIVA E ESPACIAL DOS CASOS DE VÍRUS ZIKA E CHIKUNGUNYA NOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE GOIÁS. Movimenta (ISSN 1984-4298), 14(2), 188-197. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/movimenta/article/view/11192
Seção
Artigo Original