O território do Cerrado em Goiás – Brasil

The territory of the Cerrado in Goiás – Brazil

  • Antonio Teixeira Neto Universidade Federal de Goiás e Pontifícia Universidade Católica de Goiás - Goiânia - Brasil
Palavras-chave: Goiás. Cerrado. Território.

Resumo

Sem cometer injustiças sobre a não citação de inúmeras pesquisas e respectivos pesquisadores sobre o cerrado, temos por pretensão neste trabalho apenas mostrar que sobre um mesmo bioma, e sob diferentes óticas de observação e de análise, podemos ter enfoques aparentemente repetitivos, mas que, no conjunto, mostram facetas ainda pouco percebidas pelo leitor comum. A abordagem desse bioma, que cobre ¼ do território brasileiro, terá de nossa parte um enfoque bem preciso e delimitado: Goiás. Assim, o presente artigo apresenta elementos estruturantes do território e da sociedade em Goiás e do cerrado goiano, como as águas estratégicas do cerrado, a rede urbano-viária, incidência de pobreza, Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), analfabetismo e produção agropecuária. Ao final desta pesquisa que tem o cerrado como pano de fundo – logicamente incompleto –, devemos concluir que realmente todo território, logo, toda sociedade, é marcado por dissimetrias, tanto do meio natural como do meio social. As dissimetrias percebidas na sociedade – como entre muitas, a desigualdade na distribuição da riqueza – são também visíveis quando lançamos nossos olhares sobre a forma como os espaços municipais, regionais e estadual goianos são organizados. Todos os cidadãos devem tomar conhecimento dessas realidades, pois isto lhes diz respeito e é de sua competência e obrigação participar da vida política, social e econômica de sua sociedade, principalmente a da comunidade municipal.

El territorio del Cerrado en Goiás - Brasil

Resumen: Sin cometer injusticias sobre la no cita de numerosas investigaciones y respectivos investigadores sobre el cerrado, pretendemos en este trabajo sólo mostrar que en el mismo bioma, y bajo diferentes perspectivas de observación y análisis, podemos tener enfoques aparentemente repetitivos, pero que, en conjunto, muestran facetas aún poco percibidas por el lector común. El enfoque de este bioma, que abarca ¼ del territorio brasileño, tendrá por nuestra parte un enfoque muy preciso y delimitado: Goiás. Así pues, este artículo presenta elementos estructurales del territorio y la sociedad de Goiás y la sabana del departamento de Goias, como las aguas estratégicas de la sabana, la red de carreteras urbanas, la incidencia de la pobreza, el índice de desarrollo humano (IDH), el analfabetismo y la producción agrícola. Al final de esta investigación que tiene como fondo el cerrado - lógicamente incompleto - debemos concluir que en realidad cada territorio, por lo tanto, cada sociedad, está marcada por las disimetrías, tanto del entorno natural como del social. Las disimetrías percibidas en la sociedad - como entre muchas otras, la desigualdad en la distribución de la riqueza - también son visibles cuando miramos la forma en que se organizan los espacios municipales, regionales y estatales de Goias. Todos los ciudadanos deben ser conscientes de estas realidades, ya que esto les concierne y es su competencia y obligación participar en la vida política, social y económica de su sociedad, especialmente la de la comunidad municipal.

Palabras-clave: Territorio. Goias. Cerrado.

The territory of the Cerrado in Goiás – Brazil

Abstract: Without committing injustices about the non-quote of countless researches and respective researchers about the cerrado, we intend in this paper to show that about the same biome, and under different perspectives of observation and analysis, we can have apparently repetitive approaches, but that, on the whole, show facets still little perceived by the common reader. The approach of this biome, which covers ¼ of the Brazilian territory, will have on our part a very precise and delimited focus: Goias State. Thus, this article presents structural elements of the territory and society in Goias State and the Goias State Cerrado, such as the strategic waters of the Cerrado, the urban-road network, incidence of poverty, Human Development Index (HDI), illiteracy and agricultural production. At the end of this research that has the Cerrado as a background - logically incomplete -, we must conclude that really every territory, therefore, every society, is marked by dissimetries, both of the natural and social environments. The dissimetries perceived in society - as among many, the inequality in the distribution of wealth - are also visible when we cast our gaze on how the municipal, regional and state spaces in Goias State are organized. All citizens should be aware of these realities, because this concerns them and it is their competence and obligation to participate in the political, social and economic life of their society, especially that of the municipal community.

Keywords: Goias State. Cerrado Biome. Territory.

Biografia do Autor

Antonio Teixeira Neto, Universidade Federal de Goiás e Pontifícia Universidade Católica de Goiás - Goiânia - Brasil

Licenciado em História e Engenheiro Agrimensor. Doutor em Geografia e Cartografia pela Université Paris VII. Foi professor da ex-Escola Técnica Federal de Goiás (atual IFG), da Universidade Federal de Goiás e da Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

Referências

ABRAMOVAY, Ricardo. Ruralidade e desenvolvimento territorial. In: Gazeta Mercantil, 15/04, (2001).
AGUIAR, Maria do Amparo Albuquerque Terras de Goiás – Estrutura fundiária (1850-1920). Goiânia: Editora UFG, 2003.
ARRAIS, Tadeu Alencar. A região como “arena política”: um estudo sobre a produção da região urbana Centro-Goiano. [Tese de doutorado], Rio de Janeiro: UFF. 2005.
BARBOSA, Altair Sales, GOMES, Horieste & TEIXEIRA NETO, Antônio. Geografia: Goiás-Tocantins. Goiânia: Ed. da UFG, 2004.
BARREIRA, Celene Antunes Monteiro. A região da Estrada do Boi: usos e abusos da natureza. Goiânia: Ed. da UFG, 1997.
BARREIRA, Celene Cunha Monteiro Antunes. Vão do Paranã – Estruturação de uma região. Brasília-Goiânia: Ministério da Integração Nacional-Universidade Federal de Goiás. Vila Velasco Comunicação, 2002.
BARRETO, Maria José Rezende. Dimensões da Agricultura e Regionalização do Mato Grosso de Goiás. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 2, no 2, p. 197-202. jul-dez, 1982.
BERTRAN, Paulo. Formação econômica de Goiás. Goiânia: Oriente, 1978.
BORGES, Barsanufo Gomide O despertar dos dormentes. Goiânia: Editora da UFG, 1990.
CHAUL, Nasr Fayad. Caminhos de Goiás. Da construção da decadência aos limites da modernidade. Goiânia: Editora UFG, 1997.
CHAVEIRO, Eguimar Felício. A urbanização do sertão e a criação de Goiânia. In: GOMES Horieste (org). O espaço goiano. Abordagens geográficas. Goiânia: AGB-Seção Goiânia- Gráfica UFG, 2004.
EMBRAPA. Tipos de solos. In: www.agencia.cnptia.embrapa.br
FUNES, Eurípedes Goiás 1800-1850: um período de transição da mineração à agropecuária. Goiânia: Editora da UFG. Col. Teses Universitárias, no. 40, 1986.
FURTADO, Celso. A formação econômica do Brasil. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1971.
HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. 5ª ed. Prefácio de Antônio Cândido. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio. (Coleção Documentos Brasileiros, v. 1), 1969.
IBGE. Censo demográfico. Goiás. Rio de Janeiro: Serviço gráfico do IBGE, 2000.
IBGE. Mapa da pobreza e da desigualdade no Brasil. In: www.ibge.gov.br/cidades , 2003.
IBGE. Censo demográfico. Goiás. Rio de Janeiro: Serviço gráfico do IBGE, 2010.
IBGE. Novo Atlas de Desenvolvimento Humano do Brasil. In:http://www.pnud.org.br/IDH/DH.aspx), 2013.
SEPLAN.GO/SEPIN Anuário Estatístico do Estado de Goiás. Goiânia: Seplan.Go, 2005.
SEPLAN.GO/SEPIN Estatísticas municipais. In: www.seplan.go.gov.br/sepin, 2008.
TEIXEIRA NETO, Antônio. O território goiano: formação e processo de povoamento e urbanização. In: ALMEIDA, Maria Geralda de (org.). Abordagens geográficas de Goiás: o natural e o social na contemporaneidade. P. 11 a 45. Goiânia: Ed. da UFG, 2002.
TEIXEIRA NETO Pequena história da agropecuária goiana. Goiânia: Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás ano 20, p. 19-57, Goiânia, jan.-jun, 2009.
TEIXEIRA NETO, Antônio Estrutura fundiária do Estado de Goiás. Goiânia: Bol. Goiano de Geografia, no. 29, 2010.
TEIXEIRA NETO, Antônio Ruralidade urbanização em Goiás. In: AIRES, Aidenor et al (org). Formação de Goiás contemporâneo. Identidade histórico-geográfica e política cultural. Goiânia: IHGG-Editora Kelps, p. 212-152, 2012.
TEIXEIRA NETO, Antônio A certidão de nascimento de Goiás: uma cartografia histórica da fronteira. In: DUTRA E SILVA, Sandro et al. (org.). Fronteira Cerrado – Sociedade e Natureza no Oeste do Brasil. Goiânia: Editora da PUC Goiás, p. 19 a 38, 2013.
TEIXEIRA NETO (sd). Genealogia dos municípios goiano-tocantinenses. (Inédito)
TEIXEIRA NETO, Antônio (sd). Goiás em preto e branco. (Inédito)
Publicado
2020-09-02
Como Citar
Neto, A. (2020). O território do Cerrado em Goiás – Brasil. Élisée - Revista De Geografia Da UEG, 9(2), e922009. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/elisee/article/view/10866