O EROTISMO TELÚRICO E A DENÚNCIA SOCIAL NA POESIA DE PAULA TAVARES

  • Mailza R. Toledo Souza Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: Literatura angolana. Paula Tavares. Mulher. Representação.

Resumo

Apesar da criação da lei 10.639/03, que estabelece a obrigatoriedade do ensino da história e cultura afro-brasileira e africana na Educação do Ensino Fundamental e Médio, a literatura dos PALOPs (Países Africanos de Língua Oficial Português) ainda é pouco difundida, portanto pouco conhecida em nosso país. O presente artigo tem como finalidade trazer a atenção para as Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, por meio da apresentação de vários fragmentos das obras literárias de Ana Paula Tavares, poeta angolana, considerada pela crítica como uma das principais vozes desse sistema literário. Sendo o objetivo principal deste estudo a difusão dessa literatura e sua contextualização, os fragmentos citados serão comentados, embora sejam passiveis de análise mais profícua podendo, portanto, gerar futuros trabalhos.

Biografia do Autor

Mailza R. Toledo Souza, Universidade de São Paulo (USP)
O presente artigo foi extraído de minha tese de Doutorado apresentada ao Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP), área de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa, linha de pesquisa Literatura e Sociedade nos Países de Língua Portuguesa. Defendida em dezembro de 2009, sob a orientação do Prof. Dr. Benjamin Abdala Júnior.
Como Citar
Souza, M. (1). O EROTISMO TELÚRICO E A DENÚNCIA SOCIAL NA POESIA DE PAULA TAVARES. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 2(1), 206-220. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/5413
Seção
Teoria Literária