POESIA LUSO-BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA: DO VERBO AO PIXEL

  • Débora Cristina Santos Silva Universidade Estadual de Goiás (UEG)
  • Rui Torres Universidade Fernando Pessoa (UFP)
Palavras-chave: Literatura. Hipermídias. Ensino. Leitura. Poesia digital.

Resumo

Este artigo propõe uma reflexão sobre lugar da poesia no ensino de literatura e na formação do leitor, tendo em vista as metáforas e imagens recorrentes nas interfaces do discurso das hipermídias, entre as linguagens propiciadas pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na sociedade contemporânea. Busca demonstrar as vivências possíveis de leitura e apreciação estética que estas oferecem ao utente/leitor para o exercício da criatividade e da autonomia na construção da inteligência coletiva. Para isso, focaliza a produção em hipermídia da literatura luso-brasileira, destacando a presença marcante da poesia experimental portuguesa na construção da poesia digital e da ciberliteratura brasileira na atualidade. 
Como Citar
Silva, D., & Torres, R. (1). POESIA LUSO-BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA: DO VERBO AO PIXEL. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 2(1), 189-205. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/5412
Seção
Temática Livre: Estudos Literários