Aspectos iniciais da trajetória literária de João Antônio

  • Clara Ávila Ornellas Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).
Palavras-chave: Literatura Brasileira. Crítica literária. João Antônio.

Resumo

 Este texto apresenta dados biobibliográficos sobre o início da trajetória literária de João Antônio desde sua infância até o lançamento de seu primeiro livro, Malagueta, Perus e Bacanaço (1963). Destacam-se as suas primeiras leituras, o convívio com o universo suburbano de São Paulo e os autores fundamentais na formação de seu universo de estético. A recepção de sua primeira obra é focalizada a partir dos posicionamentos de críticos publicados na imprensa. Um dos aspectos inéditos deste estudo é a constatação de que, na verdade, as primeiras divulgações de Malagueta, Perus e Bacanaço foram publicadas pelo próprio João Antônio, antes mesmo do lançamento da obra.

Biografia do Autor

Clara Ávila Ornellas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Doutora em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente, realiza pós-doutoramento no Departamento de Literatura da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP – Assis), sob incentivo da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Como Citar
Ornellas, C. (1). Aspectos iniciais da trajetória literária de João Antônio. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 3(1), 145-159. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/5372
Seção
Teoria Literária