A função do humor derrisório no conto “Primeiro Amor” de Samuel Beckett

  • José Ailson Lemos Souza Universidade Federal do Ceará (UFC)
Palavras-chave: Literatura. Conto. Humor derrisório. Samuel Beckett.

Resumo

A obra de Samuel Beckett como dramaturgo e romancista tem sido objeto de estudos críticos relevantes tanto da crítica literária quanto dos estudos de tradução. Por outro lado, suas narrativas curtas recebem pouca atenção. Tendo em vista essa lacuna, este trabalho tem como objetivo fazer uma breve descrição do uso do humor derrisório no conto “Primeiro Amor” (2004). Com este intuito, utilizaremos as noções do efeito cômico em Bergson (1987) e Propp (1992) para amparar este estudo. Partimos do pressuposto de que tal recurso parece servir como estratégia de desconstrução dos conceitos usuais atrelados ao amor romântico e, também, de reflexão sobre a condição humana. Esta narrativa curta ainda pode ser vista como precursora do emprego da derrisão, característica pela qual o autor tornou-se conhecido.

Biografia do Autor

José Ailson Lemos Souza, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Como Citar
Souza, J. (1). A função do humor derrisório no conto “Primeiro Amor” de Samuel Beckett. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 3(2), 471-480. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/5371
Seção
Teoria Literária