Jorge Luis Borges e a crítica literária na América Latina: um debate acerca dos conceitos de “nacionalidade” e “latino-americanidade” à luz da obra ensaística e literária do renomado escritor argentino

  • Ana Luiza Oliveira Duarte Ferreira Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: Jorge Luis Borges. Literaturas Nacionais. América Latina. Crítica Literária. Contos Borgianos.

Resumo

Este artigo explora alguns dos textos (ensaios e contos) mais célebres do escritor argentino Jorge Luis Borges, e faz um diálogo entre eles e textos de outros pensadores tomados como grandes nomes da Crítica Literária na América Latina: o também argentino Ricardo Piglia, os brasileiros Antonio Candido e Silviano Santiago, e o mexicano Octávio Paz. O objetivo é destacar algumas das questões mais recorrentes, e como elas têm sido respondidas; e traçar um panorama do que têm pensado os intelectuais latino-americanos acerca da função social e artística da Literatura no e para nosso subcontinente.

Biografia do Autor

Ana Luiza Oliveira Duarte Ferreira, Universidade de São Paulo (USP)

Mestre em História, Cultura e Poder pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina, da Universidade de São Paulo (USP).

Como Citar
Ferreira, A. L. (1). Jorge Luis Borges e a crítica literária na América Latina: um debate acerca dos conceitos de “nacionalidade” e “latino-americanidade” à luz da obra ensaística e literária do renomado escritor argentino. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 3(2), 385-399. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/5361
Seção
Teoria Literária