Representações sobre o ensino de leitura em Português Língua Estrangeira

  • Ingrid Isis Del Grego Herrmann Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Representação. Leitura. Ensino de Português Língua Estrangeira.

Resumo

A partir de uma perspectiva discursiva (ORLANDI, 1999; CORACINI, 1999) e que também contempla alguns conceitos da psicanálise (LACAN, 1964), realizamos um estudo acerca do ensino de leitura em Português Língua Estrangeira, observando representações, nos dizeres de professores que atuam nessa área, a respeito do ensino de PLE. Dois professores foram entrevistados oralmente e depreenderam-se, a partir de seus dizeres, representações acerca de aluno, língua, ensino e ensino de leitura, bem como formações discursivas como o mito do nativo, a primazia da oralidade da língua estrangeira, a LE como língua da comunicação e a centralização no aluno no ensino da língua. Porém, no ensino da leitura, a configuração das práticas é diferenciada, relacionando-se a outras representações, quais sejam, de que a língua tem significados prontos, os quais o aluno deve buscar e reproduzir. Diante da contradição entre as representações, entrevemos um sujeito dividido e constituído pelo Outro.

Biografia do Autor

Ingrid Isis Del Grego Herrmann, Universidade de São Paulo

Departamento de Letras Modernas da Universidade de São Paulo (DLM/USP). Cursando atualmente Mestrado sob orientação da Profa. Dra. Deusa Maria de Souza Pinheiro-Passos. Atua como coordenadora pedagógica em um instituto de idiomas.

Como Citar
Herrmann, I. (1). Representações sobre o ensino de leitura em Português Língua Estrangeira. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 3(2), 291-301. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/5344
Seção
Linguística