Leituras femininas, protagonistas de Machado

  • André Luis Mitidieri Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
  • Josimare Francisco dos Santos Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
Palavras-chave: Formação do público leitor. Leitura feminina. Machado de Assis. Romance brasileiro oitocentista.

Resumo

O presente artigo aborda representações de práticas de leituras femininas e a formação do leitorado oitocentista brasileiro, percebendo que as personagens ficcionais, encontradas em romances de folhetins, podem ser entendidas como estratégias para aprimorar o gosto pela leitura literária entre as mulheres burguesas do século XIX brasileiro. Por intermédio da fortuna crítica dos “romances de leitoras” escritos por Machado de Assis, é possível notar que os romancistas aproveitavam os espaços de veiculação oferecidos pelos jornais como meios de alcançar novos perfis de leitores, mais especificamente, o público leitor feminino. No entanto, a crítica literária brasileira apenas destaca fatos como esses a partir do momento em que a história e a historiografia literária abarcam passam a dedicar espaço à leitura e em que a teoria literária acolhe a estética da recepção e as teorias do efeito. A pesquisa fundamenta-se em estudos sobre a leitura feminina no Brasil do século XIX e em trabalhos críticos sobre narrativas romanescas de Machado de Assis, principalmente, A mão e a luva e Iaiá Garcia, bem como nas reflexões de Antonio Cândido (2000), Hélio de Seixas Guimarães (2004a; 2004b), John Gledson (2006), José Guilherme Merquior (1977), Márcia Abreu (2003), Roberto Schwarz (2000) e Suzan Pravaz (1981). 

Biografia do Autor

André Luis Mitidieri, Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)

Doutor em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professor Adjunto do Curso de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Letras – Mestrado em Linguagens e Representações – da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Email: mitidierister@gmail.com.

 

 

 

Josimare Francisco dos Santos, Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)

Mestre em Letras – Mestrado em Linguagens e Representações – pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Email: josinhacroche@gmail.com.

Como Citar
Mitidieri, A., & Santos, J. (1). Leituras femininas, protagonistas de Machado. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 4(2), 317-339. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/5295
Seção
Teoria Literária