“Te deixo meus textos póstumos”: práticas literárias como jogos de poder ou notas sobre a fabricação de Ana Cristina César

  • Clovis Carvalho Britto Universidade Federal de Sergipe (UFS)
Palavras-chave: Ana Cristina César. Literatura. Monumentalização.

Resumo

O artigo analisa alguns itinerários de produção da crença na escritora Ana Cristina César (1952-1983). Para além da análise de sua poética, visualiza as estratégias de manipulação de seu legado destacando como a escritora, herdeiros legais e simbólicos promoveram agenciamentos em prol de sua distinção nas tramas da economia simbólica. Analisando aspectos de sua trajetória, da publicação e da recepção de suas obras e, principalmente, da instituição de vigilâncias comemorativas, observa as configurações de sua monumentalização no campo literário brasileiro. 

Biografia do Autor

Clovis Carvalho Britto, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Pós-Doutor em Estudos Culturais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília. Professor na Universidade Federal de Sergipe. E-mail: clovisbritto5@hotmail.com.

Como Citar
Britto, C. (1). “Te deixo meus textos póstumos”: práticas literárias como jogos de poder ou notas sobre a fabricação de Ana Cristina César. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 7(2), 199-211. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/4804