O COMPORTAMENTO DO VERBO HAVER NO TEXTO DE PERO GÂNDAVO

  • Simone Floripi Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Palavras-chave: Gramaticalização. Verbos existenciais, verbo haver, verbo ter. Mudança linguística.

Resumo

No intuito de discutir o processo de gramaticalização que ocorreu em períodos anteriores da língua, este trabalho utiliza-se dos dados obtidos no texto História da Província de Santa Cruz de autoria de Pero Magalhães de Gândavo datado do século XVI. Ao mapear as possibilidades de ocorrência dos argumentos dos verbos principais do corpus empregado, apresentamos uma descrição do comportamento do verbo haver utilizado em seu sentido existencial. Dessa maneira, objetivamos mapear o comportamento dos argumentos deste verbo e trazer discussões teóricas que
abordem os aspectos do processo de gramaticalização, assim como as características estruturais dos verbos existenciais como o verbo haver e o verbo ter.

Biografia do Autor

Simone Floripi, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Professora da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Graduada pela Universidade Estadual Paulista (UNESP-São José do Rio Preto), com mestrado e doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Realizou estágio de pesquisa na Universidade Nova de Lisboa/Portugal.
Como Citar
Floripi, S. (1). O COMPORTAMENTO DO VERBO HAVER NO TEXTO DE PERO GÂNDAVO. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 1(1), 165-182. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/4566
Seção
Linguística