Os primeiros leitores dos romances de Daniel Defoe

  • Thiago Panini Primolan Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Palavras-chave: Daniel Defoe, Romance Inglês, História da Leitura, Leitor Histórico

Resumo

Este trabalho apresenta elementos que permitem compreender em certos aspectos qual foi o espectro do público leitor dos romances de Daniel Defoe, datados da segunda década do século XVIII. Amparado pelos estímulos das pesquisas em “História da Leitura”, o artigo tenta retraçar um esboço do leitor genérico de romances daquele começo de século na Inglaterra, levando em conta, sobretudo, informações sobre a origem socioeconômica, os gostos literários, os ambientes-suporte da prática de leitura e, nas ocasiões propícias, os conteúdos dispostos nos próprios romances – nos prefácios, títulos, etc. –, que possam fornecer alguma pista sobre esse ilustre anônimo – embora essencial a qualquer circulação literária –, o leitor.

Biografia do Autor

Thiago Panini Primolan, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) pelo programa de mestrado em Estudos Literários da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Como Citar
Primolan, T. (1). Os primeiros leitores dos romances de Daniel Defoe. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 6(1), 179-196. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/3471
Seção
Teoria Literária