Modernidade e modernismo em José Décio Filho

  • Célia Sebastiana Silva Universidade Federal de Goiás (CEPAE/UFG)

Resumo

Poeta de voz singular, José Décio Filho é pouco conhecido e pouco reconhecido no cenário das letras em Goiás. O artigo em questão pretende fazer um percurso pela obra poética desse poeta e situá-lo no panorama da literatura modernista goiana e brasileira. Para tal, propõe-se mostrar como ele consegue ultrapassar as fronteiras da literatura goiana e travar diálogo com poetas expressivos do Modernismo brasileiro como Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e Murilo Mendes. O eco dessas vozes na poesia de José Décio é significativo no sentido de que apresenta um poeta afinado com o seu tempo (e até mesmo avançado para o seu tempo), numa época em que ainda era forte o anacronismo na literatura produzida em Goiás. Mostra-se, também, com fundamento nas reflexões teóricas sobre a lírica moderna, como ele se inscreve na tradição literária e afirma a modernidade e o modernismo de sua poesia.

Biografia do Autor

Célia Sebastiana Silva, Universidade Federal de Goiás (CEPAE/UFG)
Doutora em literatura pela Universidade de Brasília (UnB) e professora da Universidade Federal de Goiás (UFG).
Como Citar
Silva, C. (1). Modernidade e modernismo em José Décio Filho. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 5(1), 139-160. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/vialitterae/article/view/2597
Seção
Teoria Literária