“We can’t stop playing”: peraltagens e esperanças na educação linguística na infância

Resumo

Este estudo, de natureza qualitativa crítica e interpretativista, apresenta discussões acerca das praxiologias inspiradas nas teorizações dos multiletramentos, desenvolvidas no decorrer do projeto transdisciplinar “We can’t stop playing”. Esse projeto integra a ação de extensão universitária denominada “English for kids: inglês, comunidade e empoderamento social”, cujo foco é a educação linguística (inglês) para crianças de 7 a 12 anos. O material empírico discutido advém de relatos e comentários dos/as participantes (professora, mães e crianças), do planejamento da professora da turma e de imagens e fotos das atividades desenvolvidas no decorrer do projeto. Os resultados sugerem que o desenvolvimento do projeto provocou a construção de sentidos significativos, que impactaram a ótica da professora acerca da educação linguística na infância e a relação das crianças com a comunidade por meio das linguagens, ressignificando os sentidos do brincar.

Biografia do Autor

Giuliana Castro Brossi, Universidade Estadual de Goiás (UEG), Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Mestre em Linguística Aplicada pela Universidade de Brasília (UnB), doutoranda em Estudos da Linguagem pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Docente no curso de Letras - Português/Inglês da Universidade Estadual de Goiás (UnU Inhumas, Goiás, Brasil).

Lattes iD:  http://lattes.cnpq.br/9116379052295447

Orcid iD:   https://orcid.org/0000-0003-0130-843X

E-mail:  giuliana.brossi@ueg.br

Marise Pires da Silva, Universidade Estadual de Goiás (UEG)

Graduada em Letras Português/Inglês (UEG), graduada em Pedagogia (FAEL), especialista em Linguagem, Cultura e Ensino (UEG), em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica e em Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental (FATEG). Graduanda em Psicologia pela Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/0009638837188168

Orcid iD:  https://orcid.org/0000-0002-6493-0202

E-mail:  marisep2013@outlook.com

Carla Conti de Freitas, Universidade Estadual de Goiás Inhumas

Docente no Programa de Pós-graduação em Língua, Literatura e Interculturalidade (POSLLI) da Universidade Estadual de Goiás (UEG) e no curso de Letras Português/Inglês da mesma universidade (UEG Inhumas, Goiás, Brasil).

Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/5357556016311932

Orcid iD:  https://orcid.org/0000-0002-7217-1664

E-mail:  carla.freitas@ueg.br

Publicado
2020-12-31
Como Citar
Brossi, G., da Silva, M., & de Freitas, C. (2020). “We can’t stop playing”: peraltagens e esperanças na educação linguística na infância. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 12(2), 171-192. https://doi.org/10.5281/zenodo.4630698
Seção
Dossiê

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##