CULTURA POPULAR NA VIVÊNCIA ESCOLAR

REFLEXÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA DE TRABALHAR O CORDEL NA SALA DE AULA

  • José Caio Daniel Germano Silva Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN
  • Jairo José Campos da Costa Universidade Estadual de Londrina-UEL

Resumo

Desde os primórdios, a literatura de cordel, oriunda da colonização europeia, ao se incorporar no cotidiano da então colônia de Vera Cruz, exerceu um papel importante de informar e entreter os que aqui viviam. Com o passar do tempo, incorporou características da rotina de homens e mulheres da pátria brasileira, sobretudo, no Nordeste. Entre nós, essa manifestação literária encontrou solo fecundo para se consolidar, apesar dos preconceitos que se formaram ao longo do tempo, em função da íntima ligação com os hábitos do povo de origem humilde. Neste sentido, o presente trabalho pretende discutir a importância de desenvolver uma prática pedagógica interativa, pautada neste gênero. Assim, nos baseamos nas discussões teóricas mediadas por Pinheiro (2018); Lúcio e Pinheiro (2012), na exposição dos aspectos essenciais do trabalho com a poesia na escola, como também Silva (2013) e Santos (2014), quando refletem sobre a identidade nordestina a partir do texto de cordel. Desta forma, pretendemos, com este ensaio de escrita, metodologicamente de cunho qualitativo, contribuir para uma expressão pedagógica que, através do cordel, venha favorecer a construção de um alicerce sólido da leitura literária na escola de educação básica. Neste sentido, apresenta-se como necessário o reconhecimento, por parte das autoridades escolares, da sabedoria embutida nos versos de origem popular pois, com o seu amplo potencial informativo, pode nos proporcionar uma rápida absorção dos conhecimentos e conteúdos adquirido no processo de aprendizagem,  além de um feliz reencontro com a identidade do Nordeste do Brasil. Palavras-chave. Cordel. Escola. Identidade Nordestina. Cultura. 

 

Biografia do Autor

José Caio Daniel Germano Silva, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN

 

 

 

Jairo José Campos da Costa, Universidade Estadual de Londrina-UEL

 

 

 

Publicado
2021-12-12