CORPO, RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E CURRÍCULO:

INCURSÕES INICIAIS PELA EDUCAÇÃO FÍSICA NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

  • Myssal Carvalho Franco Universidade Federal de Mato Grosso/Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA)
  • Vitor Hugo Marani Universidade Federal de Mato Grosso/Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA) http://orcid.org/0000-0003-0972-5043

Resumo

E

A discussão acerca das relações étnico-raciais atravessa diversas práticas sociais no Brasil e, na atualidade, é materializada a partir de normativas que orientam o trato desses conhecimentos na escola. Por meio de uma educação do corpo, a educação física escolar, pode contribuir com possibilidades de reconhecimento de diferentes corpos e o modo como se expressam a partir de jogos, danças, lutas, entre outras manifestações. Nesse sentido, este trabalho tem como finalidade investigar as relações entre educação física, currículo e práticas corporais indígenas por meio de incursões teóricas iniciais junto à Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Metodologicamente, a pesquisa estruturou-se a partir de pesquisa bibliográfica sobre educação física, currículo e práticas corporais indígenas, e, posteriormente, em análise documental, a partir de incursões pela educação física na Base. Em síntese, embora a discussão das práticas corporais indígenas integre parte das orientações, ela não está presente em todas as unidades temáticas, tampouco em todos os níveis de ensino, fazendo presente apenas nas Brincadeiras e Jogos, nas Danças e nas Lutas, em especial, no ciclo entre o 3º e 5º ano do Ensino Fundamental I.

Palavras-chave: Cultura. Currículo. Educação Física. Práticas Corporais Indígenas.  

Biografia do Autor

Myssal Carvalho Franco, Universidade Federal de Mato Grosso/Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA)

Licenciada em Educação Física pela Universidade Federal de Mato Grosso/Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA)

Vitor Hugo Marani, Universidade Federal de Mato Grosso/Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA)

Docente do curso de Educação Física da Universidade Federal de Mato Grosso/Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA). Mestre em Educação Física (UEM) e Pesquisador Visitante na University of Maryland (Estados Unidos).

Publicado
2020-09-04
Seção
Artigos