O ENSINO MÉDIO EM TEMPOS DE PARCERIAS COM OS INSTITUTOS

O PROJETO DO CAMPO ECONÔMICO EM AÇÃO

  • Valdirene Alves de Oliveira UEG
  • João Ferreira de Oliveira, Goiânia Universidade Federal de Goiás

Resumo

O presente texto tem por objetivo discutir as relações entre alguns institutos que nos últimos anos desenvolveram ações no ensino médio, em parceria com o campo educacional. O estudo contempla três institutos que foram selecionados devido à relevância e amplitude das relações desenvolvidas no âmbito federal ou estadual, em ações diretas e indiretamente ligadas às escolas de ensino médio. O viés analítico considerou as premissas bourdieusianas sobre o modus operandi e as intencionalidades das ações dos agentes do campo econômico no campo educacional, bem como a manifestação do habitus desses agentes, evidenciado no desenvolvimento das práticas desenvolvidas em face das parcerias público privadas. O Instituto de Corresponsabilidade pela Educação, o Instituto Unibanco e o Instituto Ayrton Senna foram analisados no tocante à origem, constituição e ações desenvolvidas no ensino médio brasileiro, mediante estudo documental e publicações desses agentes. O trabalho recorreu às fontes primárias e secundárias para analisar esses sujeitos, bem como promoveu uma revisão bibliográfica de estudos que se debruçaram em compreender as especificidades das parcerias público privadas na educação brasileira, nos últimos anos, como: Peroni (2003, 2010), Adrião e Peroni (2005); Robertson e Verger (2012), Caetano (2013) Peroni e Caetano (2016), Krawczyk (2013), dentre outros. O trabalho concluiu que os institutos supracitados são personagens importantes para a compreensão das novas formas de relação entre o público e o privado e  foram co-responsáveis pelo delineamento de uma proposta de formação da juventude brasileira de ensino médio, calcada nos projeto formativo do campo econômico.

PALAVRAS CHAVE: Políticas Educacionais. Ensino Médio. Parceria Público Privada.

Publicado
2019-05-07
Seção
Tema livre