JORGE AMADO E A LITERATURA DE COMBATE: DA LITERATURA DE ENGAJADA À LITERATURA MILITANTE DE PARTIDO - JORGE AMADO AND THE COMBAT LITERATURE: FROM A ENGAGED LITERATURE TO MILITANT PARTY LITERATURE

  • Matheus de Mesquita e Pontes Câmpus Inhumas - Universidade Estadual de Goiás
Palavras-chave: Palavras-chave, História. Literatura. Engajamento e Militância. - Key words, History. Literature. Political Literature.

Resumo

Resumo: O presente artigo possui o intuito de abordar a literatura de Jorge
Amado, em especial suas obras durante as décadas de 1930, 40 e 50,
percebendo a transição de sua narrativa: de uma escrita engajada que
buscava contribuir no questionamento da ordem social vigente a produções
de perfil centralizadas sob a orientação do Partido Comunista do Brasil.


Palavras-chave: História. Literatura. Engajamento e Militância.


Abstract: The present article aims to deal with Jorge Amado s literature,
specially his works from the period of the 1930 s, 40 s and 50 s. This
author presents a transition is his narrative: from a focus on political themes
to a focus on the Communist Party orientation. The first focus was a trial to
contribute to the awareness about the social setting at the time and the
second focus was a phase with a different production; under the orientation
of the Communist Party in Brazil (Partido Comunista do Brasil).


Key words: History. Literature. Political Literature.

Biografia do Autor

Matheus de Mesquita e Pontes, Câmpus Inhumas - Universidade Estadual de Goiás
Mestre em História Social pela Universidade Federal de Uberlândia. Professor substituto de História do Brasil da Universidade Estadual de Goiás - Unidade Universitária de Iporá.
Seção
Tema livre