ESTUDO DE PERIÓDICOS LITERÁRIOS ANTECEDENTES E METODOLOGIA

  • Silvio Tamaso D'Onofrio Pesquisador Independente (doutor em História Social pela USP - 2017)

Resumo

O artigo pretende apresentar e discutir alguns dos principais estudos do periodismo literário realizados em âmbito acadêmico, no Brasil do século passado, com destaque para a atividade promovida por Alfredo Bosi e José Aderaldo Castello na orientação de pesquisas de pós-graduação dedicadas ao tema, dentro da Universidade de São Paulo. Adicionalmente, ao tomar de impulso algumas das propostas apresentadas por Carlos Guilherme Mota e Sergio Miceli, em suas respectivas obras Ideologia da cultura brasileira (1933-1974): pontos de partida para uma revisão histórica (2008) e Intelectuais à brasileira (2001), a abordagem dedicará atenção à questão dos grupos de afinidade e sociabilidade intelectual nas publicações periódicas. Partindo do pressuposto de que a análise de periódicos literários representa eixo fundamental no esforço de compreensão do momento histórico, posto que jornais e revistas corporificam local privilegiado para a veiculação crítica e ideológica de empreendimentos estéticos e políticos e, de posse do manancial teórico explorado, o artigo esboçará uma proposta para o estudo de periódicos do século 20 além de discutir possíveis caminhos para a atividade no século 21.

 

Publicado
2021-12-10
Seção
Dossiê Novo Normal (?): Artes e Diversidades em isolamentos