“REDESENHAR” A ESCOLA PARA LÁ DA PANDEMIA

  • Lúcia AMANTE

Resumo

Vivemos mundialmente, nestes últimos 2 anos, uma situação de exceção que obrigou ao fecho de escolas e universidades, de modo abrupto, e à transição para formas de educação não presencial, que designaremos como ensino remoto de emergência.

De que maneira viveram as escolas e os professores este enorme desafio? Que fragilidades vieram à tona? Que mudanças ocorreram e como se refletirão na educação pós pandemia? Que oportunidades poderão ser exploradas e aproveitadas para tornar a educação escolar mais atrativa e adequada à realidade do século 21?

Procuraremos neste texto abordar este conjunto de aspetos tendo como base um conjunto de depoimentos recolhidos junto de professores durante o primeiro período de fecho das escolas em Portugal (março a maio de 2020) pretendendo conhecer como professores e escolas enfrentaram no seu dia a dia o desafio de transformar da noite para o dia a forma como trabalhavam. Refletimos depois como a Escola se pode apropriar dessas mudanças para se redesenhar e reinventar tendo em vista a urgência de promover processos de aprendizagem autênticos consonantes com os desafios do mundo contemporâneo.

Publicado
2021-11-24
Seção
Dossiê Qualidade e Inovação da/na Educação: concepções, possibilidades e desafio