Produtivismo acadêmico

indicadores de uma abordagem relacional

  • Lívia Bocalon Pires de Moraes
  • Hellen Cristina Xavier da Silva Mattos Universidade Federal de São Carlos
  • Maria Cristina da Silveira Galan Fernandes

Resumo

O artigo tem como objetivo apresentar a contribuição da teoria bourdieusiana ao estudo da temática do produtivismo acadêmico, a partir de uma pesquisa sobre os professores-pesquisadores dos programas de pós-graduação em sociologia e ciências sociais das universidades estaduais paulistas. Para isso, traz um levantamento bibliográfico caracterizando as principais reflexões sobre o tema, e apresenta a proposta metodológica da praxeologia de Pierre Bourdieu, enfocando os conceitos de habitus, campo e capital. Baseando-se nos estudos do autor sobre a prática científica, apresenta informações sobre a formação acadêmica dos agentes e elenca os indicadores de capital atuantes no espaço social, destacando as contribuições que a Análise de Correspondências Múltiplas (ACM) pode oferecer à pesquisa. Conclui que a teoria bourdieusiana pode enriquecer muito os estudos sobre o produtivismo acadêmico, ao permitir a compreensão da heterogeneidade de estratégias adotadas em relação às pressões e constrangimentos por uma prática produtivista, que afetam de forma distinta os professores-pesquisadores.

Publicado
2022-01-10
Seção
Dossiê Políticas de educação superior: tendências e perspectivas