A QUALIDADE NA OFERTA DE CARGA HORÁRIA A DISTÂNCIA EM CURSOS DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL: UM ESTUDO DE CASO

UM ESTUDO DE CASO

Resumo

O presente artigo analisa a oferta das disciplinas semipresenciais implementadas na Universidade Estadual de Goiás (UEG) – campus Goianésia, no contexto da política de educação a distância (EaD) no Brasil.  O estudo é resultado de pesquisa exploratória, documental e de campo, do tipo estudo de caso. O texto está estruturado em três partes. Na primeira, examina-se a temática da qualidade da educação a distância, destacando ser um tema e um debate em construção na área. Na segunda, contextualiza-se a educação a distância no Brasil, assim como as disciplinas semipresenciais nos cursos presenciais de graduação em perspectiva nos marcos legais do país. E, finalmente, apresenta-se os elementos que explicitam o caso estudado a partir de categorias de investigação: gestão acadêmica e administrativa; infraestrutura e tecnologias; docência; e, mediação pedagógica, focando no exame da oferta de carga horária a distância em cursos de graduação presencial. A pesquisa revelou a necessidade de uma avaliação mais ampla e crítica da política de EaD no caso estudado, bem como a necessidade de maior investimento em infraestrutura, tecnologias, qualificação e formação continuada de docentes e técnico-administrativos, visando melhorar a qualidade acadêmico-pedagógica no processo ensino-aprendizagem.

 

Biografia do Autor

Gisele Gomes Avelar Bernardes, UEG

Doutora em Educação pela UFG/FE – Universidade Federal de Goiás – Faculdade de Educação. Mestre em Educação, Linguagem e Tecnologias – UEG. Professora na Educação Superior - UEG – Universidade Estadual de Goiás – Unidade Goianésia  e professora na Educação Básica- SNE – Goianésia-GO. Pesquisadora do grupo de pesquisa Políticas de Expansão da Educação a Distância (EaD) no Brasil: Regulação, Qualidade e Inovação em Questão

João Ferreira de Oliveira, UFG

Doutor e pós-doutor em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Goiás – UFG. Professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (UFG). Bolsista produtividade do CNPq. Pesquisador do grupo de pesquisa Políticas de Expansão da Educação a Distância (EaD) no Brasil: Regulação, Qualidade e Inovação em Questão. Coordenador do grupo de pesquisa, Expansão e qualidade da educação superior no contexto do plano nacional de educação (2014-2024): Tensões, limites e perspectivas.

Publicado
2021-12-16
Seção
Dossiê Qualidade e Inovação da/na Educação: concepções, possibilidades e desafio