AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM ENCONTRADAS POR ALUNOS NO ENSINO DE BIOLOGIA

  • Wanessa Cristiane Gonçalves Fialho Universidade Estadual de Goiás - UEG
Palavras-chave: Educação, dificuldades de aprendizagem e ensino de biologia

Resumo

Cada vez mais, pesquisas são feitas para esclarecer as causas das dificuldades de aprendizagem. Entretanto, poucas são realizadas evidenciando o ponto de vista do aluno sobre esse problema. É justamente nesse ponto que se insere essa pesquisa. O presente trabalho é resultado de uma pesquisa de campo, realizada em uma Escola Estadual, localizada na cidade de Uberlândia. A população pesquisada foram os alunos do Ensino Médio, cinco turmas de terceiros anos, do turno da manhã. A amostra foi constituída por cinqüenta alunos, vinte e cinco rapazes e vinte e cinco moças, com uma média de idade de dezoito anos cada. Para a realização dessa pesquisa de campo foi utilizado um questionário aplicado aos alunos, como forma de instrumento de coleta de dados. Esse questionário elaborado foi aplicado de uma maneira aleatória, com uma amostragem de vinte e cinco por cento de todas as turmas. Sendo, pois, revelado aos alunos, a finalidade dessa pesquisa, esclarecido as dúvidas e transmitido a eles a importância da realização da pesquisa e do sigilo mantido com relação a suas identidades. Ao analisarmos os resultados, percebemos que a grande maioria dos alunos possui algum tipo de dificuldade de aprendizagem, somando setenta e seis por cento do total. Ao refletirmos sobre as dificuldades de ensino-aprendizagem na pesquisa atual, identificamos que os conteúdos de maior dificuldade pelos alunos da Biologia, segundo eles, são a Citologia e a Genética. Podemos notar que essa dificuldade é motivada pela grande quantidade de nomes científicos e conceitos relativos a esses conteúdos, mas se esses nomes fossem contextualizados devidamente, ou se os alunos tivessem sido inseridos corretamente no conhecimento científico, isso não ocorreria. Para uma aprendizagem significativa é preciso que ela promova uma mudança duradoura, que seja transferível para outras situações como conseqüência direta da prática realizada. Por isso, não podemos colocar a culpa apenas nos professores, uma vez que as mudanças escolares não devem partir apenas deles, mas dos alunos também, que precisam se conhecer melhor, sabendo como aprendem e quais as melhores formas para se estudar, pois o professor pode estar pronto para ensinar, mas se o aluno não quiser aprender, isto não vai ocorrer.

Publicado
2013-02-20
Como Citar
FIALHO, W. C. AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM ENCONTRADAS POR ALUNOS NO ENSINO DE BIOLOGIA. Praxia - Revista on-line de Educação Física da UEG, v. 1, n. 1, p. 53-70, 20 fev. 2013.
Seção
Artigos Originais