POLÍTICAS

Foco e Escopo
Periodicidade
Políticas de Seção
Processo de Avaliação
Política de Acesso
Sobre o sistema de publicação
Política de Privacidade

 

SUBMISSÕES

Submissões Online
Diretrizes para Autores
Declaração de Direito Autoral

 

INFORMAÇÕES

Histórico da revista
Vínculo Institucional
Editora
Bases de Dados Indexadoras
Licenciamento de Cópias

 

FOCO E ESCOPO

A Revista Praxia é um periódico científico do curso de Educação Física da Universidade Estadual de Goiás (UEG), com publicação de fluxo contínuo. Tem por objetivo publicar e divulgar a produção científica em âmbito nacional e internacional, sobre temas atuais e abrangentes ligados à Educação Física, provenientes de estudos e pesquisas de professores e pesquisadores de diferentes instituições de ensino e pesquisa.

O caráter da revista é interdisciplinar e plural, o que permite receber diferentes perspectivas epistemológicas e metodológicas relacionadas a área da Educação Física. 

Aceita artigos originais, artigos de revisão (ensaios) e resenhas, desde que sejam trabalhos inéditos e apresentados nos idiomas português, inglês ou espanhol.


PERIODICIDADE

Anualmente a revista é composta por duas edições, desenvolvidas paralelamente, mas com características e finalidades diferentes. Uma edição central, cujo editorial atender ao formato de Fluxo Contínuo. E uma segunda edição formada por artigos que atendam às chamadas específicas de Dossiês. Abaixo, especificamos o funcionamento de cada uma destas edições:

  1. Edição com Artigos de Tema Livre - trata-se de uma edição com editorial aberto ao longo de todo ano (janeiro à dezembro), voltada à receber Artigos de Tema Livre em diferentes seções (artigos originais, artigos de revisão ou resenhas), atendendo ao formato de recebimento e publicação em Fluxo Contínuo (saiba mais). Assim, a cada momento que um artigo for aprovado para esta edição, este será publicado como parte integrante do editorial aberto, tornando-se imediatamente disponível para pesquisa e leitura. O que permitirá com que os autores que submeterem trabalhos não precisem esperar a análise dos demais trabalhos que também estarão em processo de avaliação, resultando em maior agilidade nos processos de comunicação, avaliação e publicação. 
  2. Dossiê - trata-se de edição específica, formada por artigos originais ou de revisão, que analisam e tratam especificamente sobre uma determinada temática estabelecida pelo Conselho Editorial, com prazo definido para submissão, avaliação e publicação. 

POLÍTICAS DE SEÇÃO

Cada edição da revista receberá artigos que, necessariamente, atendam à uma das políticas de seção:

Artigos de Tema Livre (Fluxo Contínuo):

  1. Artigos Originais: tem como objetivo divulgar pesquisas inéditas, que apresentam dados originais ou que atingiram resultados conclusivos com significativa contribuição para a área. Podendo ser tanto pesquisas de caráter experimental, como também pesquisas descritivas ou compreensivas relacionadas à estudos de diferentes objetos e fenômenos.  
  2. Artigos de Revisão: tem como objetivo apresentar trabalhos que realizaram consistente revisão de literatura ou apresentam ensaio teórico sobre um determinado tema, com a finalidade de destacar novas problematizações, reflexões e interpretações que agregem ao debate acadêmico já produzido.
  3. Resenha: tem como objetivo divulgar trabalhos que se preocuparam em produzir uma análise crítica sobre obras de grande relevância, como livros, filmes, peças e demais produtos ligados à área acadêmica ou artística. De modo que, tal análise, apresente importante contribuição para a revista e para a área acadêmica a qual ela se vincula. 

Dossiê:

Na edição de Dossiê serão recebidos Artigos Originais ou Artigos de Revisão, mas que atendam à temática estabelecida pela Conselho Editorial, a partir de chamadas ao longo do ano. 

Estes artigos deverão ser submetivos em seção espefícica da revista, atendendo ao Dossiê que estiver com chamada aberta e divulgada. 


PROCESSO DE AVALIAÇÃO

A publicação ocorre mediante avaliação no sistema duplo-cego de pareceristas ad hoc e de membros do Conselho Editorial. Todo o processo é constituído pelas seguintes etapas:

1ª Etapa 

O Editor-Chefe e o Editor Assistente, ao receberem o texto submetido, tratam de analisar e identificar se o mesmo corresponde à área de interesse da revista (foco) e sua linha editorial (escopo). Cabendo, neste caso, definir se o texto deve seguir ou não para avaliação.

Na sequência, se responsabilizam por identificar se:

- o texto submetido atende todas as normas e diretrizes estabelecidas para autores;

- existem elementos que possam identificar a autoria do trabalho, tanto no próprio texto, como também nas propriedades do arquivo enviado;

- o texto apresenta algum dado, informação ou conteúdo que se configura como plágio, e que explicite a ausência de originalidade e autenticidade do texto (garantindo também a verificação de que o texto não tenha sido publicado em outro periódico ou publicação, seja integral ou em partes); 

Caberá ao editores arquivar o texto submetido caso apresente algum problema referente ao atendimento dos itens de identificação acima listados, que compõem a primeria etapa de avaliação. Sendo responsáveis também em comunicar aos autores do texto sobre a decisão tomada, que inviabiliza a continuidade da avaliação.

Mas, caso os editores identifiquem problemas que podem ser resolvidos, especificamente com relação ao atendimento de normas e ao preenchimento adequado dos metadados, poderão comunicar aos autores, dando a eles o prazo máximo de 15 dias para que correções sejam realizadas. 

2ª Etapa

Tendo passado pela primeira etapa, o texto avança para a etapa de avaliação pelos pares (sistema duplo-cego).

Nesta sequência, o texto submetido é designado a um dos editores que compõem a Comissão Editorial da revista, atribuindo-lhe a tarefa de coordenar e acompanhar o desenvolvimento do processo avaliativo pelos pares. 

Caberá ao editor, cujo texto foi designado, convidar 2 avaliadores para realizarem a análise do mérito e qualidade. Podendo ser estes avaliadores os membros do Conselho Editorial ou pareceristas ad hoc convidados pelos editores.

Ao enviar o texto para ser avaliado, os editores solicitarão aos 2 avaliadores o cumprimento do praxo máximo de 3 semanas para que apresentem o parecer.

O parecer apresentado pelos avaliadores deve se estar sustentado nos seguintes critérios:

  • Relevância do objeto: aborda temáticas relevantes e necessárias, contribuindo com a exposição de ideias e resultados que agregam ao conhecimento científico já produzido, gerando novas reflexões e problematizações importantes para a área investigada. 
  • Sustentação teórico-metodológica: demonstra um alinhamento teórico consistente, que permite ao estudo uma lógica argumentativa coerente, como também uma organização metodológica clara e articulada à base epistemológica que sustenta o estudo realizado.
  • Coerência e Consistência: apresenta argumentação clara, bem desenvolvida e diretamente articulada com os princípios do referêncial teórico-metodológico que sustenta o texto e a investigação produzida. Sua exposição evidencia a existência de uma lógica estrutural para a escrita, que permite ao leitor o acompanhamento do desenvolvimento da ideia apresentada, bem como a apreensão de argumentações e reflexões que qualificam o debate sobre o tema em destaque.
  • Contribuição ao aperfeiçoamento da área de estudo: constrói objetivos bem delineados, possíveis de serem alcançados, e que, com o desenvolvimento do texto, permitem alcançar dados e resultados que possibilitam uma compreensão qualificada do objeto.
  • Linguagem e ´técnica: demonstra qualidade no uso da língua escrita formal, valendo-se do uso adequado das normas e regras gramaticais e linguísticas. Faz uso correto das normas técnicas adotadas pela revista e também demonstra rigor ao seguir as normas de ética na pesquisa, atendendo às exigências que garantam a integridade na atividade cient´ífica. 

Ao término das avaliações, se houver divergências entre os pareceres apresentados pelos 2 avaliadores, o editor responsável pelo acompanhamento da avaliação do texto deverá solicitar o parecer de um novo avaliador, dando a ele o mesmo prazo estabelecido para os primeiros. Após, reunindo todas as informações e avaliações, o editor apresenta uma decisão à Comissão Editorial.

Se a decisão for por solicitar correções ou modificações no texto, se´rá disponibilizado aos autores o prazo máximo de 15 dias para manifestação de interesse e submissão da nova versão do texto. Que, por sua vez, ao ser recebido, passará por uma nova rodada de avaliação pelos pareceristas que já estão envolvidos no processo, dando a eles um novo prazo (mais 3 semanas) para finalizarem o parecer final.   

Chegando à uma conclusão sobre a situação do trabalho avaliado, o editor apresenta a decisão à Comissão Editorial. E caberá a esta comissão verificar se o texto está finalmente apto para publicação. 

3ª Etapa

Após passar pela primeira e segunda etapa, o texto segue para sua fase de edição e diagramação, sendo preparado para publicação. Esta preparação envolve revisões de:

- normas técnicas, bibliográficas e gramáticais, cabendo ainda à Comissão Editorial fazer qualquer ajuste necessário, desde que não afete o conteúdo do texto.

- metadados e descritores do artigo, verificando se não há erro entre as informações apresentadas tanto no texto, como na plataforma OJS. 

O texto diagramado (boneco) será enviado aos autores para última revisão e aprovação da versão final que será publicada, dando a eles o prazo máximo de 15 dias para manifestação. 

 Todo este processo correspondente à 3ª Etapa pode levar até 30 dias.   


POLÍTICA DE ACESSO

Não há qualquer tipo de cobrança realizada pela revista, tanto para publicar, quanto para acessar os arquivos e textos. A revista conta com sistema de acesso livre ao seu conteúdo.


POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Os nomes e endereços de e-mail, neste site, serão usados exclusivamente para os propósitos da revista, não estando disponíveis para outros fins.


HISTÓRICO DA REVISTA

A Praxia - Revista on-line de Educação Física da UEG foi criada e estruturada pelo curso de Educação Física da Unidade Universitária de Quirinópolis (GO) da Universidade Estadual de Goiás, tendo como coordenadora editoral a professora Veridiana Mota Moreira, responsável pela publicação das quatro edições que compuseram o volume de lançamento da revista em 2013.

Na ocasião em que foi criada, a revista foi apresentada com a finalidade contribuir com a divulgação da produção de estudos em Ciência da Motricidade Humana e áreas afins. Visando receber e publicar artigos científicos originais, artigos de revisão, artigos de atualização ou divulgação, relatos de experiência, resumos de trabalhos de conclusão de curso, dissertações e teses, além de resenhas críticas e edições especiais como a elaboração de dossiês em parceria com outras IES.

 

No texto de editoral da edição n.4 de 2013, a professora Veridiana Mora Moreira se despediu da Coordenação Editoral da revista, deixando sua marca por ter contribuído significativamente não apenas para a criação deste períodico para a área da Educação Física na UEG, mas também por ter conseguido garantir a publicação de quatro edições em 2013. 

Na sequência, a revista foi assumida pela professora Márcia Cristina Silva, também vinculada ao curso de licenciatura em Educação Física do Câmpus Sudoeste - Quirinópolis (GO) da UEG. No entanto, em função da necessidade de seguir seus estudos para doutoramento, não foi possível continuar na editoria da revista.

De 2014 a 2019 a revista não apresentou publicação de novo volume e edições.

No final do segundo semestre de 2019, o professor Rodrigo Roncato, ao manifestar junto à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PrP) o interesse de criação de uma revista da área de Educação Física e para os cursos da Unidade Universitária de Goiânia/ESEFFEGO, recebeu o convite por parte da Editora UEG para assumir a editoria da Revista Praxia, uma vez que esta já havia sido criada e poderia cumprir o papel de representar toda a área da Educação Física na universidade.

Ainda em 2019, em comum acordo, após consulta e liberação por parte do Câmpus Sudoeste - Quirinópolis, a Editora UEG decide transferir a editoria da revista para a Unidade Universitária de Goiânia / ESEFFEGO, tendo o professor Rodrigo Roncato como editor-chefe. 

Em 2020 a Revista Praxia é retomada com a perspectiva de continuar o trabalho qualificado desempenhado pelos professores e colaboradores que já atuaram no periódio. Mas, principalmente, com o desejo de avançar na consolidação da revista. De modo que, em curto à médio prazo, possa ser valorizada e reconhecida em âmbito institucional, mas também no cenário nacional, como mais um espaço para divulgação de conhecimentos e estudos relevantes e qualificados para a área da Educação Física.

Neste ano, em que a revista será reelançada por meio do seu segundo volume, passa a assumir uma nova identidade visual, novo layout e nova proposta de diagramação. Além disso, a linha editorial segue uma nova proposta, cuja estratégia é garantir experiência e espaço no meio acadêmico, atendendo gratativamente aos critérios que são exigidos pelas bases indexadoras. 


VÍNCULO INSTITUCIONAL


EDITORA

PrP - UEG / Portal de Periódicos / Editora UEG


BASES DE DADOS INDEXADORAS

 
   

 


LICENCIAMENTO DE CÓPIAS

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

ISSN 2317 -7357

 

Voltar para o topo da página