PROTOCOLO DE DANÇA PARA ESCOLAR PORTADOR DE DEFICIÊNCIA AUDITIVA COM IMPLANTE COCLEAR: UM ESTUDO DE CASO FOCADO NO EQUILÍBRIO E NA INCLUSÃO SOCIAL

  • Layanne Telles
  • Veridiana Mota Moreira

Resumo

No período escolar os alunos estão aperfeiçoando as propriedades motoras, entre elas o equilíbrio, que é de fundamental importância para o ser humano, podendo, em sua maioria, apresentar melhoras com a prática de atividades lúdicas através da dança. O objetivo desse estudo foi analisar a propriedade motora “equilíbrio” em escolar portador de deficiência auditiva e com implante coclear, submetido a um programa de atividades lúdicas através da dança. A presente pesquisa caracterizou-se como um estudo de caso em que o sujeito investigado foi submetido a duas medidas, uma antes e outra pós realização do protocolo de dança. O equilíbrio foi avaliado através de um teste de equilíbrio estático da escala de desenvolvimento motor (EDM) antes e depois de 11 sessões de intervenção. Os resultados analisados permitiram identificar melhora significativa no equilíbrio do deficiente auditivo, e ganho expressivo na sua socialização comparado a ele mesmo em fase inicial. Conclui-se que o equilíbrio e socialização de um aluno com três anos de idade, deficiente auditivo e com implante coclear são melhorados após a realização de um programa de atividades lúdicas através da dança.

 

Palavras-chave: equilíbrio, deficiência auditiva, implante coclear, dança.

Publicado
2013-11-12
Como Citar
TELLES, L.; MOREIRA, V. PROTOCOLO DE DANÇA PARA ESCOLAR PORTADOR DE DEFICIÊNCIA AUDITIVA COM IMPLANTE COCLEAR: UM ESTUDO DE CASO FOCADO NO EQUILÍBRIO E NA INCLUSÃO SOCIAL. Praxia - Revista on-line de Educação Física da UEG, v. 1, n. 3, p. 46-56, 12 nov. 2013.
Seção
Artigos Acadêmicos e Relatos de Experiência