Ansiedade, stress, tédio e raiva: oscilações no equilíbrio emocional e no desempenho esportivo

Palavras-chave: Psicologia do Esporte, Emoções, Desempenho

Resumo

Os condicionantes psicológicos do esporte, impactados na vida da população e no meio esportivo, são responsáveis por produzir um emaranhado de emoções, comprometedoras à performance; geram desequilíbrio emocional e comportamentos oscilantes no desempenho esportivo. O quadro é composto por ansiedade, stress, tédio e raiva, no qual a gestão psicológica, que ocorre a partir dos determinantes bioecológicos e da teoria do fluxo, ocupa papel central. As alterações destes condicionantes podem acarretar risco de lesões musculares, saturação mental e abandono parcial ou definitivo da carreira. O presente estudo, tem como objetivo problematizar tais questões, inerentes à psicologia do esporte, em um envolvimento multidisciplinar. Em forma descritiva e propositiva utiliza-se de parâmetros qualitativos para a exposição. Como conclusão, possíveis direcionamentos visam recompor o equilíbrio emocional desses fatores/totalidades, discutindo-se a tensão entre as necessidades coletivas e os anseios individuais.

Publicado
2022-05-06
Como Citar
SADI, R. Ansiedade, stress, tédio e raiva: oscilações no equilíbrio emocional e no desempenho esportivo. Praxia - Revista on-line de Educação Física da UEG, v. 4, p. e2022001, 6 maio 2022.
Edição
Seção
Artigos Originais