RECUPERAÇÃO FISIOLÓGICA AGUDA APÓS LUTAS DE SOLO E CORRELAÇÃO COM A POTÊNCIA AERÓBIA MÁXIMA

  • Cezimar Correia Borges Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Goiatuba - GO
  • Rodrigo Ansaloni Oliveira
  • Ricardo Ansaloni Oliveira
  • Paulo Jose Carneiro Perfeito
Palavras-chave: Fisiologia do exercício, Esporte de alto rendimento, Metabolismo

Resumo

As lutas de solo, como é a maior parte do Jiu-Jítsu e do Judô, são esportes que exigem alta demanda das capacidades físicas e energéticas (metabolismos aeróbio / anaeróbio). Os atletas são expostos a esforços extenuantes durante períodos intermitentes de atividade e repouso, predispondo grande solicitação do sistema cardiovascular. Nos campeonatos destas modalidades, os atletas muitas vezes disputam no mínimo três ou quatro lutas sucessivas com intervalos relativamente curtos de recuperação. Este estudo teve como objetivo verificar os parâmetros cardiovasculares: Freqüência Cardíaca (FC) Pressão Arterial (PA) e metabólicos (lactato sanguíneo) na recuperação pós-luta, correlacionando-os com a aptidão aeróbia (VO2 máx. e Limiar anaeróbio) de indivíduos jovens adeptos destas artes marciais. Participaram voluntariamente 14 atletas (18 – 26 anos) que se submeteram a lutas simuladas (no tempo e na forma de disputa) sendo avaliados até 30 minutos de recuperação (PA, FC, lactato sanguíneo) e, sendo que no mínimo 48 horas antes destes testes o VO2 máx. e Limiar anaeróbio foram avaliados em esteira ergométrica acoplada a um software com ventillômetro.   Dentre os resultados, verificou-se que os atletas com níveis superiores de VO2 máx e VO2 no limiar anaeróbio foram os que desenvolveram restauração mais rápida de lactato sanguíneo na recuperação e retorno antecipado da FC até padrões próximos do pré-exercício. Como dado complementar observou-se diminuição expressiva da PA nos períodos de descanso pós-luta, indicando assim, efeito hipotensor pós-exercício. Este estudo reforça a noção conhecida de que uma melhor aptidão aeróbia resulta em respostas fisiológicas favoráveis ao bom desempenho esportivo, mesmo em modalidades com predominância anaeróbia, como no caso do Jiu-Jítsu e do Judô, sobretudo na dinâmica dos processos de recuperação fisiológica pós-exercício, tão importantes quando da disputa de torneios com várias lutas em seqüência.

 

 

Palavras-chave: Respostas cardiovasculares, potência aeróbia, lutas.

Biografia do Autor

Cezimar Correia Borges, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Goiatuba - GO

Mestre em Educacao Fisica -

Laboratório de Fisiologia do Exercício (FAFICH-GO)

Publicado
2013-02-20
Como Citar
BORGES, C.; OLIVEIRA, R.; OLIVEIRA, R.; PERFEITO, P. J. RECUPERAÇÃO FISIOLÓGICA AGUDA APÓS LUTAS DE SOLO E CORRELAÇÃO COM A POTÊNCIA AERÓBIA MÁXIMA. Praxia - Revista on-line de Educação Física da UEG, v. 1, n. 1, p. 71-79, 20 fev. 2013.
Seção
Artigos Originais