OBTENÇÃO DE EXTRATOS DE PLANTAS MEDICINAIS: UMA REVISÃO DE ESCOPO DOS MÉTODOS EXTRATIVOS MODERNOS EM COMPARAÇÃO AO MÉTODO CLÁSSICO POR SOXHLET

Palavras-chave: extração, fluido supercrítico, ultrassom, micro-ondas, sustentabilidade

Resumo

Esta scoping review teve como objetivo reunir informações científicas que comparam a eficiência dos métodos extrativos modernos, aplicados a plantas medicinais, com o método tradicional Soxhlet. O intuito é auxiliar as tomadas de decisões quanto a escolha de métodos extrativos mais eficientes, simples, baratos, seguros e sustentáveis. Para tanto, foram estabelecidos: a questão norteadora da pesquisa, os descritores, as bases de dados, e os critérios de elegibilidade para a seleção e análise dos artigos. De 407 resultados identificados pela pesquisa, 35 estudos preencheram os critérios de inclusão.   Os estudos evidenciaram que, mesmo que a extração em aparato de Soxhlet apresente uma alta eficiência extrativa de compostos bioativos em plantas medicinais, parâmetros como o tempo elevado e o alto consumo de energia, fazem com que o uso de processos modernos, como a extração assistida por ultrassom e micro-ondas, sejam alternativas baratas, simples e sustentáveis, com eficiência extrativa semelhante ou superior.

Publicado
2022-05-16
Como Citar
Souza, R., Gasparoti, P., & de Paula, J. A. (2022). OBTENÇÃO DE EXTRATOS DE PLANTAS MEDICINAIS: UMA REVISÃO DE ESCOPO DOS MÉTODOS EXTRATIVOS MODERNOS EM COMPARAÇÃO AO MÉTODO CLÁSSICO POR SOXHLET. Movimenta (ISSN 1984-4298), 15(1), e20220013. https://doi.org/10.31668/movimenta.v15i1.12870
Seção
Artigo de Revisão