SÍNDROME DE BURNOUT E QUALIDADE DE VIDA EM POLICIAIS MILITARES DE GOIÁS DAS RONDAS OSTENSIVAS TÁTICAS METROPOLITANAS (ROTAM)

Palavras-chave: Esgotamento Profissional, qualidade de vida, policia, militares

Resumo

A síndrome de Burnout (SB) é um distúrbio emocional com sintomas de estresse, exaustão extrema e esgotamento físico, sendo a principal causa da síndrome, o excesso de trabalho. O Burnout é comum em profissionais que atuam diariamente sob pressão constante, como policiais, médicos, enfermeiros, professores, jornalistas e fisioterapeutas. O objetivo deste estudo foi investigar a presença da Síndrome de Burnout em policiais de ROTAM (Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas), avaliar o nível da qualidade de vida e associá-lo com a SB e o perfil sociodemográfico. Trata-se de um estudo transversal, descritivo com policiais que estão lotados no batalhão de ROTAM em Goiânia que envolve uma coleta sistemática de informações através do perfil sóciodemografico, Maslach Burnout Inventory (MBI) e WHOQOL-bref. Os resultados do MBI mostraram que a maioria dos policiais participantes não apresentam sintomas significativos da SB. A pesquisa evidenciou que 81,3% dos policiais de ROTAM apresentam baixo risco de desenvolver a síndrome de burnout, 13,9% demonstram tendências e 4,8% é indicativo para SB. Verificou-se que a qualidade de vida dos policiais de ROTAM é considerada boa com escore de média final 77, com maior escore no domínio psicológico 80,28 e menor escore no domínio de meio ambiente 69,72.

Publicado
2021-12-14
Como Citar
Santos Cunha, G., de Araújo, F., de Oliveira, T., Alves, D., Filho, M., & Silva, P. (2021). SÍNDROME DE BURNOUT E QUALIDADE DE VIDA EM POLICIAIS MILITARES DE GOIÁS DAS RONDAS OSTENSIVAS TÁTICAS METROPOLITANAS (ROTAM). Movimenta (ISSN 1984-4298), 14(3), 901-910. https://doi.org/10.31668/movimenta.v14i3.12183
Seção
Artigo Original