VIVENCIANDO UMA EXPERIÊNCIA NO PROCESSO DE INCLUSÃO

  • Neusa de Fátima da Silva IFGoiano
  • Rosane Martins de Oliveira Rodrigues Instituto Federal Goiano - Campos de Urutaí
  • Vanessa de Araújo Lopes

Resumo

Esta pesquisa apresenta uma formação continuada para professores, nos moldes de minicurso, cujo tema retratou a Educação Especial numa perspectiva da Educação Inclusiva. A vista disso, utilizou-se a plataforma do Facebook para a realização destes momentos formativos, visando o fortalecimento das práticas pedagógicas do professor regente, bem como a expectativa de um “novo” fazer pedagógico no espaço escolar onde se encontram alunos com deficiência. Este trabalho contou com a participação de 14 professores, que ministram aulas no Ensino Fundamental II e Ensino Médio, em escolas  públicas estaduais do sudeste goiano. Também, apresenta resultados e discussões, os quais levam-nos a conclusão de que existe um percentual expressivo de profissionais da educação que almejam a formação continuada no contexto da educação especial. Por conseguinte, também encontramos neste grupo de professores uma minoria que ainda se encontram indiferente ao processo da inclusão. Por fim, detectou-se limitações quanto a equipamentos e recursos didáticos específicos no ambiente escolar para atendimento aos alunos com deficiência, o que, muitas vezes, inviabiliza o atendimento das reais e pontuais necessidades advindas destes alunos que precisam de recursos pedagógicos adequados para aquisição dos conteúdos científicos. A pesquisa caminha numa investigação qualitativa e se respalda na legislação brasileira, bem como em autores como Freitas (2014), Lima; Tavares (2012), Mantoan (2006), Oliveira (2018), Prieto (2006), Silva; Urt (2017), Saviani (2001) dentre outros, que discutem sobre a inclusão de pessoas com deficiência.

Publicado
2021-07-25